Resumo do episódio #3.08 de True Detective: “Now Am Found” (final de temporada)

No episódio final da terceira temporada de True Detective, em 1980, o encerramento do caso Purcell e a publicação de um artigo com declarações de Amélia sobre o caso complica as coisas para Wayne; em 1990, depois do desastroso desfecho no interrogatório de Harris James, Wayne é confrontado por Edward Hoyt; e em 2015, a verdade sobre o que se passou com as crianças Purcell finalmente vem à tona.

true-detective-season-3-episode-8a

No ano de 1980, com o encerramento das investigações seguido da descoberta das provas incriminadoras na casa de Brett Woodard (Michael Greyeyes), Wayne (Mahershala Ali) é confrontado por Gerald Kindt (Brett Cullen) sobre o artigo publicado num jornal local no qual Amélia (Carmen Ejogo) faz importantes divulgações sobre o caso. Wayne é obrigado à escrever uma declaração pública refutando as informações no artigo, e ao se recusar é ameaçado de ser afastado do trabalho como detetive. Ele é então rebaixado, e mais tarde termina a relação com Amélia. Em 1990, depois da morte de Harris James (Scott Shepherd), Wayne tem um encontro com Edward Hoyt (Michael Rooker), um infeliz e alcoólico empresário que informa saber o que aconteceu com Harris James por conta do sistema de segurança da Hoyt Alimentos e do sistema de rastreamento instalado no veiculo de Harris. Edward pressiona Wayne à dizer o que houve com Harris, enquanto Wayne o pressiona sobre o desaparecimento de Julie Purcell (Lena McCarthy). Edward informa nada saber, e finalmente ameaça Wayne sobre a morte de Harris caso ele tente intimida-lo com alguma investigação por sua própria conta. Mais tarde, Wayne encontra com Amélia, e ela lhe cobra sobre o que aconteceu na noite anterior quando o viu queimando as roupas no quintal e desapareceu pela manhã depois de receber um telefonema. Wayne diz que não tem que lhe contar tudo, e os dois redefinem os laços de privacidade e confiança.

Enquanto isso, um frustrado Roland (Stephen Dorff)—que precisa lidar com o fim das investigações pela segunda vez e com a perda da amizade que nunca teve com Wayne—, vai à um bar e provoca uma briga com uma gangue inteira de motoqueiros. Depois de apanhar, ele vai do lado de fora, e sentado ao chão com uma garrafa de scotch, chama a atenção de um cão de rua que ele tenta expulsar, mas que se aproxima dele e o lambe no rosto. É provavelmente à partir desse momento que tem inicio seu resgate de cães.

MV5BMDliYzJhN2UtN2JmOS00ZjUxLWFlZWYtZGIxMDk5MmIzZTJmXkEyXkFqcGdeQXVyMjIyMTc0ODQ@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

Em 2015, Wayne e Roland visitam a viúva de Harris James, da qual obtém o nome de Junius Watts (Steven Williams), o afrodescendente com um olho apenas que teria sido visto com outra mulher junto à Julie nos dias que antecederam seu desaparecimento. Os dois localizam seu endereço e vão encontra-lo. Junius finalmente revela todo o ocorrido. Com a morte do marido e da filha, Isabel (Lauren Sweetser), filha de Edward Hoyt—a qual Junius ajudou à criar como sua propria filha—, enlouqueceu. Medicada, ela acabou conhecendo Julie quando a viu com Lucy (Mamie Gummer) perto da fabrica. Como Isabel queria conhecer e passar um tempo com a menina por acha-la parecida com a falecida filha, Junius fez um acordo com Lucy para que ela deixasse Julie brincar com ela em troca de dinheiro. A condição de Lucy era de que Will (Phoenix Elkin) deveria estar sempre junto delas. Isabel, juntamente com Junius, encontrava então Julie e Will às escondidas na floresta para brincarem. Contudo, certo dia, quando havia deixado de tomar seus medicamentos, Isabel não queria se separar de Julie, e quando Will tentou puxar a irmã, acabou caindo e batendo a cabeça numa pedra, morrendo instantaneamente. Seu corpo foi deixado na caverna por Junius e arrumado pela própria Julie, a qual então passou à morar no quarto rosa nos porões da mansão Hoyt, e era diariamente drogada com lithium por Isabel, causando assim seus problemas de orientação e memória. Quando Julie estava mais crescida, Junius a deixou escapar e lhe deu instruções para se encontrarem em seguida, mas Julie estava perturbada demais, além de ter perdido o mapa onde deveriam se encontrar, e jamais apareceu.

Quando perguntado por Wayne se a encontrou mais tarde, Junius responde aos detetives que sim, mas era tarde demais. Ao localizar seu paradeiro num convento, ele descobriu que ela teria morrido em 1998, vitima de AIDS. Junius completa sua declaração confirmando que Harris, na condição de policial e depois de segurança pessoal de Hoyt, ajudou ele e Isabel à acobertar os crimes e à plantar as provas na casa de Woodard. Depois de deixarem Junius, o qual implora por punição pelos crimes que cometeu, Wayne e Roland visitam a então abandonada mansão Hoyt, e confirmam sua historia ao encontrarem o quarto onde Julie foi mantida.

Screen Shot 2019-02-24 at 7.42.12 PM

Os detetives vão então o convento onde Julie teria vivido depois de passar uns tempos na rua apos fugir da mansão Hoyt. Wayne e Roland visitam seu tumulo, no qual consta o nome Mary July, e lamentam o fato de não a terem encontrado antes. Quando estão indo embora, esbarram numa menina chamada Lucy (Ivy Dubreuil), que está por ali com o pai, Mike (Nathan Wetherington), o qual trabalha no convento há vários anos. Mais tarde, na casa de Wayne, os dois detetives dão o caso definitivamente por encerrado com a morte de Julie, e Roland sugere que o trabalho de Amélia poderia ser terminado com um novo livro. Depois de restabelecerem o elo de amizade com promessas de visitas mais constantes e participações mais presentes na vida um do outro, os dois se despedem. Na manhã seguinte, um solitário Wayne termina de guardar os documentos da investigação, e quando o livro de Amélia cai aberto no chão, ele lê o trecho onde Amélia relata sua entrevista com Mike, o garotinho apaixonado por Julie que queria se casar com ela quando crescesse. Wayne então cogita a possibilidade de que a morte de Julie foi forjada pelas freiras, que sabendo que ela estaria sendo procurada por homens maus—Harris e Junius—, ajudaram-na à se esconder; e que Mike, trabalhando no convento, reconheceu-a e realizou seu desejo de infância casando-se com ela. Wayne então encontra o endereço de Mike, e vai sozinho atrás da verdade. Contudo, ao chegar no local, ele perde a memória sobre o que de fato fazia ali, mas vê uma mulher com a filha, a mesma que encontrou no convento no dia anterior, e telefona para Henry (Ray Fisher), pedindo que ele vá busca-lo. Rebecca (Deborah Ayorinde), que está visitando o pai, vai junto, e é revelado que nada de grave aconteceu entre eles, e que Wayne apenas fantasiava haver um problema entre os dois.

Em casa, Wayne entrega à Henry o endereço de Mike que tinha guardado no bolso sem saber do que se trata, e depois vai tomar chá gelado com a família e com Roland na varanda. O episódio termina na linha temporal de 1980, com Wayne num bar depois de ser rebaixado e ter terminado o namoro com Amélia. Esta então aparece, e os dois concluem que merecem uma segunda chance.

Pontos Altos do Episódio:

  • O final otimista. Assim como na primeira temporada, Nic Pizzolatto decidiu conferir um final feliz aos personagens, tanto aos detetives, quanto à vitima, Julie—ainda que muito se possa suspeitar de que Mike e Lucy sejam mera coincidência, e que Julie talvez tenha efetivamente morrido.
  • A reconciliação entre Wayne e Roland vinte e cinco anos depois. É tocante ver como os dois evoluíram como pessoa, como se perdoaram e ao final restabeleceram os laços de amizade. No final, Wayne podia ser o cérebro da parceria, mas Roland era definitivamente o coração, e como parceiros na luta pela verdade no caso Purcell, completavam-se.
  • A reconciliação de Wayne e Amélia em 1980 e em 1990. Eles foram definitivamente feitos um para o outro, e apenas começaram com o pé esquerdo. Em 1980, mesmo depois de se abrir demais com Amélia, ele assume para si a responsabilidade e não lamenta o fato de agir conforme seus princípios. Em 1990, o caso que tanto consumiu a vida à dois é deixado definitivamente de lado, e até mesmo um flashback de 2000 sugere que os dois viveram muito mais harmoniosamente.
  • A deixa para um final alternativo. Quando Wayne entrega o endereço de Mike à Henry, fica em aberto uma remota possibilidade de que o filho investigue do que se trata, e talvez traga a verdade sobre a sobrevida de Julie à tona.

True Detective é uma série original do canal HBO e pode ser conferida via TV à cabo ou on streaming.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios