Resumo do episódio #3.04 de True Detective: The Hour and the Day

No quarto episódio da terceira temporada de True Detective, em 1980, Wayne encontra uma conexão entre a Igreja local e os crimes envolvendo os irmãos Purcell, enquanto uma nova pista leva os detetives à investigar um suspeito anterior e Woodard se torna alvo de um grupo de vigilantes. Em 1990, Hays e West voltam à trabalhar juntos, e em 2015, novos fantasmas do passado voltam à atormentar Hays, o qual decididamente resolve ressuscitar o caso do desparecimento de Julie.

MV5BNDhkODcwYmEtZGMwZC00ODM3LWJmOGYtNjY5NGU2MWJiNzMyXkEyXkFqcGdeQXVyMjIyMTc0ODQ@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

No ano de 1980, os detetives Wayne Hays (Mahershala Ali) e Roland West (Stephen Dorff) continuam à investigar o desaparecimento de Julie Purcell (Lena McCarthy), concluindo que ela seria o alvo principal de quem quer que tenha assassinado Will (Phoenix Elkin). Na Igreja local, os detetives encontram o padre que fotografou Will para sua comunhão na mesma posição em que foi encontrado morto. Certos de que o suspeito tem ligação com a congregação, eles descobrem através do religioso que as bonecas de palha são confeccionadas por Paty Faber (Candyce Hinkle), a qual, interrogada, revela ter vendido dez unidades para um homem negro com um olho morto, pista esta que os leva à Sam Whitebald (John Jelks), morador de um bairro pobre e predominantemente habitado por negros que os atacam quando o suspeito é questionado. Quando impressões digitais na bicicleta de Will dão conta de revelar que Freddy Burns (Rhys Wakefield) mentiu em sua primeira entrevista com os detetives, ele finalmente confessa ter praticado bullying contra Will, mas que o perdeu de vista na floresta.

Nesse meio tempo, Amélia (Carmen Ejogo) vai à casa dos Purcell para entregar à Lucy (Mamie Gummer) trabalhos escolares de Will, e esta lhe revela ter feito coisas horríveis que a fazem ser merecedora de todo o sofrimento que está vivendo. Tom Purcell (Scoot McNairy), por seu turno, também desce uma espiral de tragédia quando apanha num bar, e é resgatado por Roland, que o leva para dormir em seu sofá depois que ele lhe diz que a mulher o traiu com o chefe e que não conseguir mais dormir na casa onde mora por conta das memórias dos filhos.

true-detective.w700.h467.2x

Em 1990, Wayne e Amélia enfrentam incessantes problemas no casamento. Visivelmente insatisfeita com a ideia de Wayne retomar o caso dos irmãos Purcell dez anos depois, e ver a chance de ter uma nova guinada na carreira, Amélia até mesmo sugere que adoraria que ele tivesse uma namorada como os demais policiais para ele ter com o que se ocupar. De volta ao caso do desaparecimento de Julie, Wayne trabalha novamente com Roland — agora na posição de chefe — e outro time de policiais. A relação entre os dois detetives, no entanto, já não é mais a mesma considerando não estarem mais em mesmo pé de igualmente. Roland avançou na carreira, enquanto Wayne estagnou, embora os motivos para tal ainda não tenham sido revelados. Menos condescendente com seu ex-parceiro, Roland é duro com Wayne na frente dos demais detetives, contrariando-o, e até mesmo humilhando-o de forma a impor sua posição como superior. Hays então passa horas e horas vendo as gravações do dia do assalto no mercado onde foram encontradas as impressões digitais de Julie, e fica chocado ao ver uma imagem que mostra claramente seu rosto olhando para a câmera.

MV5BODAzNDc4NWYtY2U5YS00OTgxLWFiOTctZDUxMDZlNDE3MjZmXkEyXkFqcGdeQXVyMjIyMTc0ODQ@._V1_SX1499_CR0,0,1499,999_AL_

Em 2015, Wayne pede ao filho Henry (Ray Fisher), também detetive, que faça algumas investigações para ele sobre o caso Purcell com base nas pontas soltas que descobriu durante a gravação do fictício documentário policial True Criminal, e que ele tente encontrar Roland, não sabendo ao certo se ele ainda está vivo. Hesitante, Henry concorda, principalmente depois que o pai admite não ter muito pelo que viver. Numa visita à Elisa (Sarah Gadon), entrevistadora do programa, Hays revela estar impressionado com as descobertas sobre o caso que ele desconhecia, e quando ela confirma trabalhar com uma equipe de pesquisadores e detetives, ele sugere uma troca de informações. Ela então revela ter evidências de que uma ossada identificada como sendo de Dan O’Brien (Michael Graziadei) teria sido encontrada, o que não parece impressiona-lo. No final do segmento, Hays está em seu escritório em casa fazendo gravações em áudio de novos detalhes do caso, e acreditando ter alguém vigiando-o de um carro estacionado do lado de fora na rua, alucina com vietcongues ao seu redor.

Na última cena do episódio, o catador de lixo, Brett Woodard (Michael Greyeyes) é surpreendido pelo membro de um grupo de vigilantes locais tentando comprar latinhas vazias de uma meninas, e é perseguido. Ele chega em casa, prepara um arsenal, bem como uma armadilha para surpreendê-los, e Wayne e Roland chegam com vários policiais bem no momento em que o líder do grupo abre a porta da casa de Woodard, acionando algo, ao que o episódio termina.

True Detective é uma série original do canal HBO e pode ser conferida via TV à cabo ou on streaming.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios