Bohemian Rhapsody: crítica de filme

Bohemian Rhapsody é a cinebiografia de um dos maiores grupos de rock de todos os tempos, Queen, e seu performático vocalista Freddie Mercury. Dirigido por Bryan Singer e por Dexter Fletcher e com roteiro de Anthony McCartenPeter Morgan, o filme se concentra nos quinze anos desde a formação da banda até a sua apresentação no evento Live Aid em 1985, seis anos antes da morte de Freddie Mercury.

MV5BNTM5YjY2NmEtODFlYy00NmE3LWJjNTEtMjk4NmJhYTI4NDg2XkEyXkFqcGdeQXVyNjc0NzQzNTM@._V1_SY1000_CR0015011000_AL_.jpg

O filme começa em meados do ano de 1970, quando Farroukh Bulsara (Rami Malek), um jovem indiano de origem parsi morando em Londres com a família, e que trabalha como bagageiro no aeroporto de Heathrow vai à um clube noturno para assistir a banda local chamada Smile. Ali, ele conhece o guitarrista, Brian May (Gwilym Lee), e o baterista, Roger Taylor (Ben Hardy), que acabam lhe oferendo o lugar do vocalista recém saído da banda. Com a entrada do baixista John Deacon (Joseph Mazzello), o grupo se transforma no Queen, e Bulsara agora atende pelo nome artístico de Freddie Mercury. Eles tocam em vários clubes noturnos em Londres, Freddie conhece Mary Austin (Lucy Boynton), que viria a ser um dos grandes amores de sua vida, e Queen lança seu álbum de estreia. O estilo os faz assinar um contrato com a EMI. Depois das gravações do quarto disco, A Night at the Opera, a obra-prima da banda, Bohemian Rhapsody, é mal vista pelo executivo Ray Foster (Mike Myers) por conta dos seus seis minutos de duração. Freddie então lança o single na rádio Capital, e Queen se transforma em fenômeno musical mundial.

bohemian3

Na segunda metade do filme, que se passa nos idos dos anos de 1980, enquanto Freddie mergulha desenfreadamente em uma vida de festas e orgias promovidas por seu parceiro e agente pessoal, Paul Prenter (Allen Leech), e detalhes sobres suas indiscrições sexuais são levadas à público pelos jornais sensacionalistas, para desespero de Jer (Meneka Das) e Bomi Bulsara (Ace Bhatti), pais de Mercury, Queen enfrenta conflitos internos por conta da atitude de seu vocalista. Com o lançamento do álbum Hot Space em 1982, e o bombardeio de perguntas da mídia sobre sua sexualidade, Freddie finalmente rompe com o grupo ao assinar um contrato milionário com a CBS para trabalho solo. Três anos se passam, e depois de altos e baixos e da proliferação do vírus da AIDS que acaba vitimando Mercury, o grupo se reúne para o evento beneficente Live Aid promovido por Bob Geldof (Dermot Murphy) para ajudar as crianças famintas na Etiópia. A apresentação de Queen no evento, que retorna para tocar junto nos próximos anos até a morte de Freddie Mercury, é considerada uma das maiores performances na história do rock.

Controvertida, a produção do filme Bohemian Rhapsody, que teve início há mais de oito anos, sofreu várias mudanças de elenco e de direção, como o afastamento de Sacha Baron Cohen por conta de divergências criativas, e a demissão de Bryan Singer pouco antes do término das filmagens por desarmonia com a equipe, culminando uma série de atrasos. Contudo, ao assistir o longa-metragem, a certeza que fica é de que todo o tempo de espera valeu a pena, e que a escolha de Rami Malek como intérprete de Freddie Mercury foi um golpe de sorte. Afinal, ele pode não ter muito dos traços físicos do famoso vocalista do Queen, mas é certamente Freddie Mercury quando entra em cena cena.

Mais do que a vida e a trajetória de um dos maiores grupos de rock de todos os tempos, o filme é sobre família, amor e amizade, e aos que até então desconheciam o trabalho da banda e de seu consagrado vocalista, fica a descoberta da genialidade artística que os tornou imortais. Aos que já admiravam Queen e Freddie Mercury, o filme apenas reforça a paixão por seu trabalho. Além da excelente performance de Rami Malek, o destaque fica por conta das cenas do Queen se apresentando e produzindo A Night at the Opera num rancho isolado no meio do campo e, obviamente, a trilha sonora, que conta com vários dos seus grandes sucessos.

Bohemian Rhapsody encontra-se em cartaz nos cinemas brasileiros desde o dia 2 de novembro.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios