Jane Fonda em Cinco Atos: crítica de documentário

Susan Lacy dirige o documentário produzido e transmitido pela HBO, Jane Fonda em Cinco Atos (título original: Jane Fonda in Five Acts), que traz um olhar íntimo da jornada de Jane Fonda como atriz oscarizada, ativista política e ícone fitness, bem como de sua vida marcada por tragédias pessoais, controvérsias e transformações sempre debaixo dos holofotes. Com participações especiais de Robert Redford, Lily Tomlin e dos ex-maridos Tom Hayden e Ted Turner, o documentário é tão polêmico quanto a própria trajetória da estrela, e revela muito mais do que se podia imaginar à seu respeito.

e6f3269c8bb9f522ac5718b253fd0b25.jpg

Dividido em cinco atos, como o próprio título indica, o documentário coproduzido por Jessica Levin e Emma Pildes, traz cinco fases da vida pessoal e da carreira de Jane Fonda cronologicamente ordenadas com os subtítulos “Henry Fonda”, “Roger Vadim”, “Tom Hayden”, “Ted Turner” e “Jane Fonda”. Valendo-se de uma série de entrevistas com a atriz e pessoas próximas à ela, a produção aborda sua trajetória familiar, como a morte precoce da mãe por suicídio, e as dificuldades no relacionamento com o pai, o lendário astro de cinema Henry Fonda. Símbolo sexual no final dos anos sessenta, o documentário traz à tona os bastidores de vários de seus filmes, à começar por Descalços no Parque (1967), no qual atuou ao lado do amigo Robert Redford, bem como do controverso Barbarella (1968), filme dirigido pelo primeiro marido, Roger Vadim. No terceiro ato, o documentário aborda sua evolução como ativista contra a guerra do Vietnã e seu envolvimento político cada vez mais engajado ao lado de Tom Hayden, seu segundo marido. Entre idas e vindas no campo pessoal e profissional, a produção também revela a emoção da atriz ao estrelar ao lado do pai em Num Lago Dourado (1981), filme que lhe rendeu o Oscar de melhor ator.

9-to-5.jpg

O documentário também aborda como Jane Fonda se transformou em ícone fitness no inicio dos anos de 1980 com sua série de vídeos de ginástica disponibilizados em VHS e com o best-selling Em Forma com Jane Fonda. Paralelamente, a produção trata do lado humano da atriz com seu envolvimento em várias organismos de direitos humanos, o que culminou na adoção não oficial por Jane e Tom Hayden da adolescente Mary Luana Williams, vitima de violência sexual. Sua constante evolução como atriz em diferentes fases é igualmente trazida à tona com sua transição de papéis românticos como em Our Souls At Night (20017), polêmicos e revolucionários à exemplo de Como Eliminar Seu Chefe (1980) e cômicos como em A Madrasta (2005). No quarto ato, o documentário mostra como seu casamento com o bilionário Ted Turner minou sua postura como progressista e a fez perceber que ao chegar aos cinquenta anos sua carreira estava fadada à papéis menores enquanto atrizes bem mais jovens posavam como estrelas principais em filmes nos quais astros de sua geração ainda brilhavam como galãs – como Robert Redford, em Perigosamente Juntos (1982).

maxresdefault.jpg

Embora o documentário pareça reduzir Jane Fonda à uma vida de constantes transformações de acordo com cada relacionamento importante havido em sua vida (seja com o pai ou com os ex-maridos), a proposta encerra com um último ato no qual a estrela finalmente encontra sua própria identidade como pessoa e profissional. Ao revelar que aos oitenta anos de idade se tornou a pessoa que sempre desejou ser ao longo da vida, Jane Fonda conclui estar sempre em busca de uma definição de si mesma, mesmo quando não quer. Excelentemente bem produzido, o documentário mostra ainda a importância em encontrar a própria voz independentemente da idade e do gênero, e que por trás de uma vida de privilégios onde holofotes brilham intensamente, cada um tem suas angustias e problemas como qualquer outra pessoa, e que arrependimentos existem e podem ou não ser resgatados ao longo dos anos. Sobre seu maior pesar, Fonda lamenta não ter sido uma boa filha quando a mãe estava vida, mas ressalta ter feito o seu melhor em relação aos próprios filhos.

Jane Fonda in Five Acts encontra-se disponível do canal à cabo HBO Brasil.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios