Corrida do Oscar 2018: Me Chame Pelo Seu Nome

Call Me By Your Name é um romance de descoberta adolescente dirigido por Luca Guadagnino e adaptado do livro homônimo de André Aciman. Considerado o filme mais romântico do ano, a história tem como cenário o belíssimo, úmido e ensolarado norte da Itália nos idos do verão de 1983.

1

A trama gira em torno de Elio (Timothée Chalamet). Ele é um sensível e introspectivo adolescente que mora com os pais na vila da família no interior da Itália e que passa os verões devorando livros e às voltas com a namorada Marzia (Esther Garrel). As coisas mudam para ele quando seu pai (Michael Stuhlbarg), um renomado arqueologista, convida Oliver (Armie Hammer), um estudante de graduação americano para passar o verão em sua casa e para ajuda-lo em suas pesquisas. Carismático e de personalidade exuberante, Oliver é o contraste de Elio, o qual fica imediatamente intrigado e fascinado pelo desconhecido.

2

Eventualmente, Elio descobre estar atraído por Oliver, e quando este parece ignora-lo ao passar boa parte do tempo com as garotas da região, o adolescente faz de tudo para cerca-lo com passeios pela cidade e aventuras arqueológicas com o pai. Paralelamente, Elio descobre a sexualidade com Marzia, mas não consegue parar de pensar em Oliver. Quando ele finalmente decide se abrir com aquele que é a razão do seu afeto, encorajado por um poema que sua mãe, Annella (Amira Casar), lê para ele, Oliver o adverte de que eles não podem passar dos limites. Porém, os dois acabam imediatamente se entregando ao desejo.

3

Íntimos, física e emocionalmente, Elio e Oliver já não conseguem mais ficar longe um do outro, e chegado o momento de Oliver ir embora, uma viagem para Bergamo antes sua partida definitiva para a América possibilita aos dois passarem três românticos dias juntos. A inevitável despedida acontece, corações ficam destroçados, e Elio é encorajado à encontrar prazer na dor e na tristeza.

Com fotografia espetacular, considerando obviamente o irretocável cenário europeu no qual a história se passa, o que ajuda significativamente nessa bela produção, o filme é um das mais agradáveis surpresas do ano ao contar uma história sensível e simples, porém repleta de tabus, mas que nem por isso tenta polemizar como o inesquecível Brokeback Mountain. O que desponta em Me Chame Pelo Seu Nome são as performances de Timothée Chalamet e Armie Hammer. Ambos estão formidáveis e efetivamente se completam em cena, ao passo em que a trilha sonora, repleta de hits dos anos de 1980, também não deixa nada à desejar.

Me Chame Pelo Seu Nome concorre ao Oscar 2018 em quatro categorias, incluindo a de melhor ator principal para Timothée Chalamet, melhor roteiro adaptado, melhor canção original para “The Mistery of Love” de Sufjan Stevens, bem como a de melhor filme.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios