Review Séries Vikings

Resumo do episódio #5.08 de Vikings: The Joke

Com apenas dois episódios para o fim da primeira metade da quinta temporada de Vikings, The Joke inaugura a grande guerra civil entre os vikings liderados por Ivar e Harald contra o exército de Lagertha.

1

Ivar (Alex Høgh Andersen) e Harald (Peter Franzén) se preparam para a batalha por Kattegat, e questionado pelo irmão caçula se será capaz de matar Ubbe (Jordan Patrick Smith), Hvitserk (Marco Ilsø) não deixa duvidas de que pretende assegurar sua própria fama. Nesse cenário de antecipação para o combate, Astrid (Josefin Asplund) pega suas armas, mas Harald tenta impedi-la de guerrear diante da gravidez. Enquanto isso, em Kattegat, Lagertha (Katheryn Winnick), Bjorn (Alexander Ludwig), Halfdan (Jasper Pääkkönen), Torvi (Georgia Hirst), Ubbe (Jordan Patrick Smith) e Guthrum (Ben Roe), filho de Torvi com Jarl Borg (Thorbjørn Harr) criado por Bjorn, partem para o campo de batalha, deixando para trás Margrethe (Ida Nielsen).

2

No campo de batalha, Lagertha começa a refletir o quão errado é o que está prestes à acontecer, e anuncia que os filhos de Ragnar (Travis Fimmel) não devem lutar uns contra os outros, ao que envia emissários para uma troca de reféns. Bjorn e Halfdan se encontram no meio do campo com Harald e Hvitserk. A troca é feita, e enquanto Hvitserk passa o dia no acampamento de Lagertha, Halfdan fica no acampamento de Ivar e Harald para que ambos decidam ao lado de quem pretendem lutar. Nesse cenário, Ubbe tenta convencer o irmão à se unir à causa de Lagertha, ao passo em que Harald tenta persuadir Halfdan à lutar ao seu lado. Contudo, ambos persistem em seus intentos.

3

Numa tentativa de tentar resolver o conflito pela diplomacia, uma reunião entre os lideres de cada exército também acontece. Bjorn implora para que Ivar e Harald reconsiderem o ataque, apontando que o resultado será desastroso para as gerações futuras que se verão obrigadas à continuar com vinganças infindáveis. Harald é indiferente, afinal, ele quer a cabeça de Lagertha para que assim se torne rei. Lagertha lembra que mesmo que ele vença, será um perdedor, porquanto um usurpador ilegítimo. Finalmente, Lagertha, Bjorn e Ubbe apelam para o fato de que os filhos de Ragnar devem ficar unidos, e Ivar anuncia que não irá mais guerrear, deixando Harald enfurecido. Pouco depois, enquanto brindam, Ivar joga o conteúdo de sua taça no rosto de Ubbe e diz que jamais quebraria uma promessa, e que vai matar Lagertha.

4

No campo de batalha, o exército de Harald e Ivar colide com o de Lagertha no meio do campo. Instantes se passam, e Ivar acredita Bjorn tem um plano, ao que sugere que dois grupos cerquem o campo pelos flancos através das florestas. Harald concorda e manda Astrid para junto de Ivar. Enquanto Ivar decide não avançar adentro da floresta, o segundo grupo liderado por Hvitserk é surpreendido por aliados de Lagertha, que os cercam na floresta, fazendo-os bater em retirada. Harald finalmente avança no campo e sai sedento de sangue para matar Halfdan, o qual jurou de morte depois de ser renegado pelo irmão que preferiu lutar ao lado de Lagertha. Contudo, um segundo exército liderado pela própria Lagertha os cerca, e o massacre é inevitável. Nesse cenário, Heahmund (Jonathan Rhys Meyers) luta enlouquecidamente até o momento em que vê Lagertha. Mas quando vai em sua direção, é atingido por trás, caindo inconsciente. No final, Harald ordena retirada, encontrando Ivar, Astrid e os demais pouco depois, enquanto Lagertha encontra Heahmund vivo e ordena que o salvem.

Em Wessex, Aethelwulf (Moe Dunford) treina Aethelred (Darren Cahill) para que ele se torne um grande guerreiro, enquanto Alfred (Ferdia Walsh-Peelo), recém-retornado de Lindisfarne, revela à Judith (Jennie Jacques) o que ele acha que deve ser feito para impedir novos ataques vikings, qual seja, a construção de uma frota de navios. Judith aponta que ele deve mencionar sua ideia para o pai, mas Alfred rebate, informando que Aethelwulf não irá lhe dar ouvidos, lembrando-a, ainda, que seu pai é Athelstan (George Blagden). Enquanto isso, na Islândia, Floki (Gustaf Skarsgård) sugere a construção de um templo para o deus Thor, mas mais uma vez o grupo debate seus intentos, e Eyvind (Kris Holden-Ried), líder opositor, questiona seus planos e a falta de comida quando o inverno se aproximar. Floki apenas observa em silêncio como o orgulho, a inveja e a discórdia começam a corromper a comunidade.

Pontos Altos do Episódio:

  • A batalha pode ter sido ganha por Lagertha sem quaisquer grandes baixas, mas a guerra ainda não acabou. Ou seja, Ivar e Harald certamente revidarão com fúria.
  • Embora acredite saber que está do lado certo, Astrid é uma incógnita. Sua preocupação com o exército de Harald em campo de batalha é genuína, mas sua troca de olhares com Lagertha sugere muito mais.
  • A rivalidade entre Ubbe e Ivar é inexplicável. Por mais que os dois tenham tido suas diferenças é como se todo o ódio por Sigurd tivesse sido transferido para Ubbe. Ou seja, não faz muito sentido.
  • Os anseios de Floki por mudanças são semelhantes aos de Alfred. Ambos querem romper antigos paradigmas e abraçar um novo mundo, cada um ao seu modo e conforme seus ideais. Os dois representam o frescor para uma nova narrativa.

Vikings é transmitida pelo canal History.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s