Review Séries The X-Files

Resumo do episódio #11.01 de Arquivos X: My Struggle III

Arquivos X retornou no último dia 3, e a nova temporada segue em continuação aos eventos havidos ao final do décimo ano da série. Com uma abertura que encerra com os dizeres “I Want To Lie” ao invés dos lemas da série, “The Truth Is Out There” ou “I Want To Believe”, My Struggle III traz a resolução do gancho havido em My Struggle II no qual a humanidade está em vias de extinção definitiva, ao passo em que Scully tenta reverter o quadro e salvar a vida de Mulder.

1

O episódio começa revelando as maiores mentiras de todos os tempos, as quais tem o Canceroso (William B. Davis), o icônico vilão da série original e cujo verdadeiro nome é então revelado como sendo Carl Gerhard Bush, como o grande orquestrador de todas elas. Ele é então apresentado como o homem mais importante do mundo. Uma sequência de imagens o mostra no melhor estilo Forrest Gump ao lado de presidenciáveis em momentos importantes da história, o que vai exatamente de encontro com a própria forma em que o personagem foi originalmente concebido: o homem por trás da cortina, agindo sempre nas sombras e nunca sob os holofotes.

2

Depois da introdução, a audiência é transportada para a sala de Mulder (David Duchovny), onde Scully (Gillian Anderson) sofre um colapso e é levada às pressas ao hospital. O gancho havido em My Struggle II, no qual Mulder estaria morrendo em virtude da praga que culminou na pandemia que ameaça a humanidade ao mesmo tempo em que uma espaçonave aparece para abduzi-lo é então descartada. Uma nova e não tão surpreendente ou inesperada teoria emerge, a de que Scully pode simplesmente ter sonhado ou previsto todos os eventos em My Struggle II. Nesse cenário, Mulder e Skinner (Mitch Pileggi) são advertidos pela médica da estranha atividade cerebral de Scully, e Skinner, num dos momentos mais bizarros do episódio, aponta que os sinais monitorados no cérebro de Scully seriam um código Morse que significaria “Encontre-o”.

3

Mulder tenta descobrir uma forma de salvar a ex-parceira, ao que Scully acorda, murmura sobre a pandemia e como Mulder acaba sendo infectado depois de um encontro com o Canceroso. Cético, considerando ainda acreditar que o Canceroso está morto, Mulder presume que as alucinações de Scully são produto de sua condição. Nesse meio tempo, o ex-agente Jeffrey Spender (Chris Owens) aparece pela primeira vez desde o final da série em 2002. Ele é atropelado por um carro num estacionamento e perseguido furiosamente pelo seu motorista, que quer saber a localização do garoto. Ele então liga para Mulder, e a conversa é monitorada pelo Canceroso, que está em Spartanburg, Carolina do Norte, com sua aliada, a ex-agente Monica Reyes (Annabeth Gish), e lhe diz que o que começou e não pode mais ser parado, enquanto Mulder é perseguido por um carro.

4

Spender visita Scully no hospital e revela que alguém está atrás de William, seu filho com Mulder. Ele então revela apenas o nome da família que o adotou para que ela possa chegar até ele antes. Enquanto isso, Mulder passa à seguir o misterioso motorista e é contatado por Scully, que fugiu do hospital e revela à ele o propósito do Canceroso em localizar William. Mulder aponta então estar seguindo alguém, e Scully revela ser essa a forma como ele vai selar seu destino, tal como visto em Struggle II. Mesmo assim, ele continua a perseguição e encontra Mr Y (A.C. Peterson) e sua associada, Erika Price (Barbara Hershey), ao invés do Canceroso e Reyes, os quais, por sua vez, surpreendem Skinner em seu carro.

5

É chegado então o momento em que todos devem falar. Mr Y e Erika apontam serem membros da organização da qual o Canceroso também faz parte, e revelam à Mulder os pérfidos planos deste para a humanidade, confirmando assim toda a alucinação (ou premonição?) de Scully. Eles querem que Mulder mate o Canceroso para que possam então dar inicio ao seu novo plano: um programa de colonização espacial. Paralelamente, Canceroso pede à Skinner que traia Mulder e Scully, bem como toda a humanidade, em troca da vacina que pode salvar sua vida assim que a exterminação começar.

O momento clímax do episódio acontece quando Scully é novamente hospitalizada depois de um acidente de carro. Um assassino desconhecido tenta mata-la, e ela é salva por Mulder. Ao final, ela revela não acreditar que o Canceroso o enviou apontando ser William a peça fundamental nessa nova jornada, e quando Skinner aparece com cheiro de cigarro, Mulder o confronta agressivamente. O episódio termina com um flashback da conversa entre Skinner e Canceroso, no qual este revela que William é na verdade seu filho, e não de Mulder.

Pontos Altos do Episódio:

  • Arquivos X retorna em sua boa forma, com uma trama principal absurda e inconsistente, ao passo em que faz inúmeras referências ao universo da série.
  • Ver Canceroso e Skinner dividirem uma cena é sempre aprazível, ainda mais com dizeres provocativos e repletos de ameaças.
  • A melhor frase do episódio fica por conta de Scully quando ela diz à Mulder que “a verdade está nos arquivos X”. E alguém mais duvida disso?
  • William é definitivamente o elemento principal do arco dessa temporada. Além de mencionado inúmeras vezes, o episódio também finaliza com a imagem do que parece ser um garoto tendo uma crise mental.

Arquivos X é transmitida por Fox Brasil.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s