As 13 Melhores Séries de TV lançadas em 2017

13. Os Defensores

defenders-e1512175939190.jpg

The Defenders, traduzida para Os Defensores, é uma série limitada produzida pela Netflix e criada por Douglas Petrie e Marco Ramirez que adapta a reunião dos super-heróis DemolidorPunho de FerroJessica Jones e Luke Cage. Situada no universo cinemático da Marvel, ou seja, interconectada com todos os filmes e séries inspirados nos personagens Marvel, The Defenders traz novamente os personagens Matt Murdock, Danny Rand, Jessica Jones e Luke Cage interpretados respectivamente por Charlie CoxFinn JonesKrysten Ritter e Mike Colter.

12. Desventuras em Série

desventuras.jpg

Lemony Snicket’s A Series of Unfortunate Events, traduzida como Desventuras em Série, é uma produção Netflix que adapta a série homônima de livros infanto-juvenis de autoria do escritor Daniel Handler, o qual assina as obras sob o pseudônimo de Lemony Snicket. Estrelada por Neil Patrick HarrisPatrick WarburtonMalina WeissmanLouis HynesK. Todd Freeman e Presley Smith, a produção é uma surpresa bastante agradável, com destaque, obviamente, para Harris, que simplesmente rouba a cena a cada nova aparição como o Conde Olaf.

11. Glow

GLOW

Inspirada no programa Gorgeous Ladies of Wrestling – que no Brasil foi transmitido aos sábados no SBT como “Luta Livre de Mulheres” – GLOW é uma produção original Netflix desenvolvida por Liz Flahive e Carly Mensch, mesmas criadoras de Orange is the New Black e de Nurse Jackie. Com humor esdrúxulo, a série, cuja proposta é a de não ser nem um pouco levada a sério, tem como tema a trajetória pessoal e profissional de um grupo bastante peculiar de mulheres que atuam como lutadoras de wrestling para uma agência em Los Angeles e que devem se tornar as primeiras estrelas femininas de um programa de televisão do gênero.

10. American Gods

american-gods-e1512175984478.jpg

Desenvolvida para a televisão por Bryan Fuller e Michael Green e transmitida pelo canal StarzAmerican Gods adapta a obra homônima do autor britânico Neil Gaiman, uma ousada e impetuosa narrativa repleta de fantasia voltada às mitologias clássica e moderna. A série é um verdadeiro deleite visual que em muito remonta à filmes como 300 e Watchmen, ambos dirigidos por Zack Snyder. A trama gira em torno de Shadow Moon (Ricky Whittle), um ex-detento que se torna segurança de um enigmático vigarista que atende apenas pelo nome de Wednesday (Ian McShane), e que passa à viajar com ele pelo interior do país numa estranha missão de recrutamento.

9. Taboo

taboo-fx-season-2-canceled-renewed.jpg

Taboo é uma série produzida pela Scott Free, de Londres, e pela Hardy Son & Baker para a BBC One e para o canal FX. Baseada em uma história escrita por Tom Hardy e seu pai, Edward “Chips” Hardy, a série foi criada por Steven Knight e começa em 1814, com James Keziah Delaney (Tom Hardy) retornando à Londres para o funeral de seu pai com 14 diamantes roubados após passar 12 anos na África. De herança, seu pai lhe deixa um terreno conhecido como Nootka Sound, objeto de um acordo feito entre sua meia-irmã, Zilpha Geary, e a East India Company, o qual é rompido por Delaney, o que dá início as disputas de poder que ocorrem ao longo da série.

8. Star Trek: Discovery

STAR TREK

Star Trek: Discovery é uma série de televisão norte-americana criada por Bryan Fuller e Alex Kurtzman e exibida pela CBS All Access. É a sétima série televisiva da franquia Star Trek, e se passa aproximadamente uma década antes dos eventos da série original. Trata-se portanto de uma prequela do universo de Star Trek estrelada por Sonequa Martin-Green e Jason Isaacs, que aborda as viagens da nave estelar USS Discovery enquanto explora novos mundo e civilizações. Os antagonistas da série são os Klingons.

7. Godless

godless.jpg

Escrita e dirigida por Scott FrankGodless é uma série limitada composta por sete capítulos desenvolvida para a Netflix e coproduzida por Jessica LevinCasey Silver e Steven Soderbergh. Ambientada no meio oeste americano nos idos dos anos de 1880, a trama gira em torno de Roy Goode (Jack O’Connell), foragido que faz parte do bando do fora da lei Frank Griffin (Jeff Daniels). Depois de roubar todo o dinheiro de um assalto, ele é jurado de morte pelo bando, e busca refúgio na cidadezinha de La Belle, predominantemente habitada e administrada por mulheres. Quando o paradeiro de Goode é descoberto, Griffin não hesita em acabar com La Belle. Para isso, no entanto, ele terá ainda que enfrentar as determinadas e sofridas mulheres da cidade.

6. Legion

legion.jpg

Legion é uma série de televisão a cabo americana criada por Noah Hawley para o canal FX. Baseada no personagem David Haller, também conhecido como Legião, da Marvel Comics, a produção está ligada à série de filmes X-Men, e é a primeira série de televisão do universo Marvel para a Fox/FX Productions e Marvel Television. A trama mostra como David Haller (Dan Stevens) foi diagnosticado com esquizofrenia ainda jovem. Paciente em vários hospitais psiquiátricos, ele é confrontado com a possibilidade de que o que se passa com ele não seja exatamente uma doença mental, mas a real manifestação de seus poderes mutantes.

5. Ozark

ozark.jpg

Ozark é um thriller da Netflix criado por Mark Williams e Bill Dubuque. A trama gira em torno do brilhante analista financeiro de Chicago, Martin Byrde (Jason Bateman). Forçado à se mudar com a família para uma cidadezinha na região de Ozark, no estado de Missouri, ele precisa continuar o trabalho de lavagem de dinheiro para um de seus clientes, o segundo maior cartel mexicano de drogas, representado nessa primeira instalação por seu emissário, Del Rio (Esai Morales). Nesse cenário, ele se torna um anti-herói num universo composto por uma comunidade arcaica, e vira alvo de ladrões, concorrentes, assassinos profissionais e agentes federais psicopatas.

4. Twin Peaks: O Retorno

twin-peaks-e1512176282288.jpg

Produzida pela Showtime, Twin Peaks: O Retorno é a continuação da série original, passados 25 anos, e conta particularmente o que aconteceu com o agente especial do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan) depois do terrível desfecho que lhe é conferido ao final do primeiro arco da série, em 1991. Paralelamente, novos personagens e sub-tramas são inseridos na narrativa, conferindo muito mais mistério no melhor estilo do cineasta avant-gardiste David Lynch.

3. O Justiceiro

poster4.jpg

Desenvolvida para a televisão por Steve LightfootMarvel’s The Punisher é a adaptação do universo criado pelos quadrinistas Gerry Conway e John Romita Jr. para um dos personagens mais violentos da Marvel Comics. Embora spin-off desenvolvido à partir de Demolidor, do qual também fazem parte Jessica JonesPunho de Ferro e Luke Cage, O Justiceiro não faz parte do chamado Universo Cinemático Marvel desenvolvido para a Netflix. Violento, sanguinário e brutal, O Justiceiro definitivamente não é uma série para pessoas fracas.

2. Handmaid’s Tale

handmaid-e1512176338774.jpg

Adaptação do romance homônimo de Margaret Atwood, a série, criada e desenvolvida para a televisão por Ilene Chaiken e Bruce Miller, e produzida pelos estúdios MGM em parceria com o serviço on streaming Hulu, conta a história de June Osborne (Elisabeth Moss). Ela é uma das primeiras mulheres submetidas ao rigoroso sistema do governo totalitarista religioso de Gilead, antigos Estados Unidos, que assume o controle depois de uma crise de infertilidade em massa que assola o mundo. Segundo esse novo sistema, as mulheres são brutalmente subjugadas, e aquelas que são férteis se tornam servas designadas à viverem em lares habitados por membros da elite Ali, elas são mensalmente estupradas por seus mestres patriarcais no intuito de engravidarem e darem seus filhos às suas esposas inférteis.

1. Mindhunter

MINDHUNTER

Mindhunter é uma série de televisão criada por John Penhall e coproduzida por David Fincher e Charlize Theron que adapta o livro Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano. A trama gira em torno do agente do FBI, Holden Ford (Jonathan Groff), inspirado no lendário agente especial do FBI John Douglas, que se tornou figura lendária na perseguição dos mais conhecidos e sádicos homicidas de todos os tempos numa época em que inexistia ainda o termo “assassino em série”. Na série, Holden é um negociador de reféns frustrado que acaba se aliando ao veterano Bill Tench (Holt McCallany) num projeto que visa o estudo de uma nova categoria de assassinos, a qual eles inicialmente classificam como “assassinos sequenciais”.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios