Godless Review Séries

Review de “Godless”, nova minissérie de faroeste da Netflix

Escrita e dirigida por Scott Frank, Godless é uma série limitada composta por sete capítulos desenvolvida para a Netflix e coproduzida por Jessica Levin, Casey Silver e Steven Soderbergh. Ambientada no meio oeste americano nos idos dos anos de 1880, é uma das melhores produções para a televisão dos últimos tempos no que diz respeito ao gênero faroeste.

1
Sam Waterston como Marshal John Cook

A trama começa com a caçada do fora da lei Frank Griffin (Jeff Daniels) pelo Marshal John Cook (Sam Waterston). Com um bando de trinta homens fortemente armados, Griffin é responsável por um assalto à trem culminando várias mortes e a chacina de uma cidade inteira no Colorado. Estranhamente, em todas as suas investidas, ele nada mais faz do que observar seus homens agirem violentamente. Paralelamente, é mostrada a rotina dos moradores da desvanecida cidadezinha de La Belle, no Novo México, habitada e administrada somente por mulheres. Gradativamente, flashbacks dão conta de mostrar que a maioria dos homens da cidade morreu no desabamento de uma mina local, e que La Belle espera há vários meses a chegada do novo pastor, o que, aliado aos sermões deturpados de Griffin, reforça o título da minissérie. Nesse cenário, a audiência é ainda introduzida à Bill McNue (Scoot McNairy). Ele é o xerife de La Belle, o qual, à despeito de sua fama de covarde, vem silenciosamente perdendo a visão.

2
Jack O’Connell e Michelle Dockery como Roy e Alice

As subtramas convergem quando Roy Goode (Jack O’Connell), notório foragido que faz parte do bando de Frank Griffin rouba todo o dinheiro do assalto e foge. Jurado de morte por Griffin, ele confronta o bando, leva um tiro e depois de vários dias de cavalgada busca refúgio numa fazenda de cavalos em La Belle, cuja proprietária é a viúva Alice Fletcher (Michelle Dockery), que mora apenas com o filho mestiço, Truckee (Samuel Marty), e a sogra, a curandeira Iyovi (Tantoo Cardinal). Exímia atiradora, Alice acerta Roy quando ele aparece no meio da noite sem se anunciar, eis que ferido e incapaz de falar por conta de um ferimento à tiro no pescoço. Ao constatar seu estado, ela o ajuda à se recuperar. Em sua estada, Roy revela seu talento como pistoleiro quando salva um bebê prestes à ser mordido por uma cobra e também como encantador de cavalos ao conseguir domesticar um dos equinos selvagens do rancho de Alice.

3
Jeff Daniels como Frank Griffin

Nesse meio tempo, Frank Griffin e seu bando de sanguinários assassinos e psicopatas estão atravessando o meio oeste americano à procura de Roy e do dinheiro roubado. Por onde passam, causam medo e destruição. Eventualmente, flashbacks revelam não apenas a infância de Roy, que passou a viajar com o irmão um pouco mais velho e acabou sendo deixado para trás por este quando de uma passagem por um orfanato administrado por uma amável freira, como também seu fortuito encontro com Griffin pouco depois de também decidir pegar a estrada. Adotado como filho pelo fora da lei, Roy também se torna membro de seu bando desde pequeno, aprendendo com ele à atirar e à encantar cavalos, o que torna o eventual confronto entre os dois ainda mais trágico.

4
Scoot McNairy como Bill McNue

Quando Bill McNue descobre através do Marshal John Cook que Roy Goode está sendo procurado por Frank Griffin, e que pode passar pelas redondezas, ele visita Alice, a qual tenta desposar desde que também se tornou viúvo. Ali, sabendo do perigo que pode infligir à Alice e aos moradores de La Belle por conta de uma eventual chegada do bando de Griffin à sua procura, Roy se entrega. Contudo, cansado de ser chamado de covarde pela comunidade, Bill não apenas omite à todos em La Belle a verdadeira identidade de seu prisioneiro, como decide sozinho buscar reforços e sair no encalço de Frank Griffin, deixando a custódia de Roy para seu assistente, Whitey (Thomas Brodie-Sangster). Sem conseguir ajuda, Bill segue sozinho sua jornada, às vezes também acompanhado de um misterioso ameríndio e seu cão.

5
Jack O’Connell e Michelle Dockery como Roy e Alice

Precisando de ajuda com os cavalos que pretende vender para finalmente sair de La Belle e mudar-se para Boston, Alice liberta Roy da prisão e o leva de volta à fazenda, mesmo sabendo do risco em mantê-lo em sua propriedade. Ele aceita ajuda-la, desde que ela o ensine à ler. Os dois criam um vínculo, e à despeito da mútua atração, entregam-se somente na véspera da partida de Roy. Nesse interim, na ausência de uma figura masculina, Truckee também se apega ao pistoleiro, o qual lhe ensina à dominar cavalos, mas hesita em lhe mostrar como usar uma arma. Enquanto isso, a audiência também conhece um pouco mais do passado de Alice, que quase morreu afogada e foi cortada e estuprada por brancos se passando por selvagens, sendo salva por Bill e sua esposa.

6
Merritt Wever e Michelle Dockery como Mary Agnes e Alice

Quando A.T. Grigg (Jeremy Bobb), um jornalista oportunista e inescrupuloso, revela a localização de Roy em La Belle, e Frank Griffin e seu bando fecham o cerco na cidade povoada predominantemente por mulheres indefesas, Alice e Mary Agnes (Merritt Wever) fazem parte da minoria capaz de acertar alguns disparos contra os bandidos que chegam obstinados à matar todos que encontrarem pela frente. E é no episódio final que acontece justamente o clímax da batalha entre os homens de Griffin e os moradores de La Belle. O duelo final entre Frank e Roy fica para um segmento posterior, e não deixa igualmente nada à desejar no que diz respeito ao seu desfecho.

Com cinematografia impecável, roteiro bem definido, ação na medida certa e personagens consistentes, Godless cumpre bem sua proposta de apresentar uma boa história de faroeste como há muito não se via na televisão. As excelentes performances de Jack O’Connell e de Jeff Daniels definitivamente roubam a cena, ao passo em que as trajetórias pessoais dos personagens que habitam La Belle trazem um pouco de leveza à trama.

Godless pode ser conferida via Netflix.

poster

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s