Review Séries The Walking Dead

Resumo do episódio #8.05 de The Walking Dead: The Big Scary U

No quinto episódio da oitava temporada de The Walking Dead, vemos o que aconteceu com Negan (Jeffrey Dean Morgan) e Gabriel (Seth Gilliam) depois do ataque ao quartel general dos salvadores por Rick (Andrew Lincoln) e seus aliados, bem como uma desavença entre este e Daryl (Norman Reedus), ao passo em que novos elementos surgem na trama que provavelmente serão o mote para a segunda metade da temporada.

the-walking-dead-s08e05-foto-oficial-03-dwight-negan-gavin

O episódio começa mostrando os instantes que precedem o ataque ao santuário, quando Negan (Jeffrey Dean Morgan) e seus associados, Dwight (Austin Amelio), Simon (Steven Ogg), Gavin (Jayson Warner Smith), Regina (Traci Dinwiddie) e Eugene (Josh McDermitt), estão reunidos para tomar decisões contra a investida do Reino e de Hilltop na batalha em Alexandria. Nisso, vemos ainda Gregory (Xander Berkeley) ser bem tratado por Simon como hospede no santuário, porquanto este acredita ser o líder de Hilltop peça chave na guerra total. Chamado à fazer parte da reunião, Gregory explica sua posição diante da guerra iniciada por Alexandria e Reino, mas é confrontado por Negan quando questionado sobre a presença de membros de sua comunidade na batalha contra Rick e os alexandrinianos. Gregory tenta explicar como seu grupo foi contaminado contra os salvadores, e mesmo Simon tenta defende-lo, mas Negan é categórico quando o assunto é fraqueza e estratégia.

ec63aa14-5fc9-4670-8f73-c302f7d97bbd-negan-gabriel_gene-pageamc

Com o subsequente ataque ao santuário por Rick e os membros de Alexandria e Hilltop, Gabriel (Seth Gilliam) se encontra agora aprisionado num container juntamente com Negan, e os dois estão cercados por mortos-vivos. Nesse cenário, Negan o desarma mas não o mata, e enquanto esperam pelo momento certo para saírem dali, contestam os atos de um grupo e outro. Gabriel tenta lidar com a situação ao focar na fé e na crença de um possível propósito, apontando que o seu talvez seja ouvir a confissão de Negan. Ele eventualmente admite os erros que cometeu ao permitir que os membros de sua congregação fossem mortos ao não deixa-los entrar em sua Igreja, e num dado momento Negan mostra seu lado humano ao revelar ter sido fraco ao trair a esposa doente antes do apocalipse zumbi. Finalmente, ele aponta seu propósito nessa nova realidade em que vivem, como a do homem capaz de transformar as pessoas de sua comunidade em “recursos”, e lembra que quem realmente começou a guerra foi Rick ao matar os salvadores enquanto dormiam.

the-walking-dead-s08e05-foto-oficial-05-gabriel-negan

Dentro do santuário, acreditando que Negan está morto do lado de fora, Dwight, Simon, Gavin, Regina e Eugene continuam a reunião com fins de tomar as próximas providências como lideres dos salvadores. Inexiste qualquer sinergia no grupo, numa clara e propositada tentativa de mostrar que quem realmente une o grupo é Negan, tal como ela mostra à Gabriel ao final do episódio. Gavin e Regina apontam, contudo, a existência de um traidor no grupo responsável por passar a informação à Rick de que os salvadores estariam vulneráveis naquele momento, e Dwight tenta virar o jogo com fins de desviar a atenção para si. Em uma tentativa de tentar desviar o foco, Dwight é descoberto por um muito perspicaz Eugene, o qual por enquanto decide não mencionar nada aos demais. Quando a liderança dos salvadores é contestada pelos trabalhadores que fazem o santuário funcionar, e brigas começam a acontecer, Negan reaparece juntamente com Gabriel depois de enfrentarem a horda de mortos-vivos lambuzados de restos de cadáveres contaminados. O poder de Negan é finalmente trazido à tona, qual seja, o de ter a atitude necessária para controlar seu grupo, que apenas em ouvir seu assobio ecoar pelos corredores já se ajoelha em sinal de respeito (ou medo).

the-walking-dead-s08e05-foto-oficial-07-rick-daryl

Enquanto isso, Rick e Daryl interrogam o salvador abatido ao final do episódio Some Guy. Ao descobrir dinamites no jipe do salvador, Daryl decide mudar todo o plano inicial de Rick e usar os explosivos contra os salvadores, mesmo que para isso seja necessário sacrificar inocentes, o que culmina numa violenta rusga entre os dois. Quando uma explosão faz a dupla perder todo o armamento conquistado, cada qual vai para um lado. Ou seja, assim como Jesus (Tom Payne) ao confrontar Morgan (Lennie James), Daryl também parece ter deixado o plano principal de lado e partido para um caminho oposto na guerra total, numa clara lembrança de que mais do que sobreviver ao apocalipse zumbi, o que ainda falta para o grupo de Rick é saber conviver, e se seus aliados não conseguem sequer seguir adiante com um simples plano que estava funcionando perfeitamente bem, então o caminho à ser percorrido até que consigam a almejada paz é mais longo do que o esperado.

A grande novidade no episódio fica por conta de Rick, pouco depois de se separar de Daryl, avistar um helicóptero, ao passo em que pouco depois é observado por um potencial vigia de uma possível nova comunidade. Não menos importante é o fato de que Gabriel é encontrado bastante debilitado por Eugene pouco depois de chegar ao santuário com Negan, o que pode significar que ele foi mordido ou arranhado por um morto-vivo ou contaminado com os restos de algum cadáver que entrou em contato com o lixo radioativo mostrado no lodo no qual Shiva morreu no episódio da semana passada.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s