Review Séries This Is Us

This Is Us : resumo primeira temporada

This Is Us é uma série de televisão criada e desenvolvida por Dan Fogelman e transmitida pelo canal NBC que conta a história da família Pearson, suas conexões com várias outras pessoas, bem como as influências exercidas pelos pais na vida de seus filhos.

This Is Us - Season Pilot

O piloto gira em torno de quatro pessoas que fazem aniversário na mesma data. Jack (Milo Ventimiglia) completa 36 anos no mesmo dia em que sua esposa, Rebecca (Mandy Moore), entra em trabalho de parto dos trigêmeos do casal. Outro segmento mostra Kate (Chrissy Metz), que também faz aniversário, e recentemente decidiu retomar a dieta iniciando um programa nos vigilantes do peso, onde conhece Toby (Chris Sullivan), que tenta conquista-la à qualquer custo. Ela é a assistente pessoal de seu irmão gêmeo, Kevin (Justin Hartley), o astro do sitcom The Manny que entra em crise existencial no dia do aniversário e decide largar o programa em frente à audiência. Tem ainda o bem sucedido homem de negócios e pai de família, Randall (Sterling K. Brown), que celebra seu aniversário em sua constante busca pela identidade de seu pai biológico que o largou em frente à uma estação de bombeiros.

A grande reviravolta no episódio inicial da série é a de que Jack e Rebecca são na verdade os pais de Kate e Kevin, e por conta da morte do terceiro gêmeo decidiram, também por influência do Dr Nathan Katowski (Gerald McRaney), adotar Randall, o qual foi levado ao hospital no mesmo dia pelo bombeiro que o encontrou.

2

Os episódios que se seguem são uma sequência de eventos interconectados entre as várias fases da família Pearson. Sem ordem cronológica definida no que diz respeito aos segmentos em flashback dos momentos antes e durante o casamento de Jack e Rebecca e o nascimento e o crescimento dos três filhos, apelidados por Jack de “Big Three”, a série segue com narrativa linear no que diz respeito ao tempo presente, com Kate, Kevin e Randall adultos lidando com seus próprios problemas pessoais escorados nos exemplos de seus pais.

Assim, enquanto Kevin, que é extremamente dependente de Kate, vê seu mundo ruir quando da chegada de Toby, e decide partir para a carreira no teatro em New York, Kate precisa agora arrumar um novo trabalho ao passo em que também tem que lidar com a dieta e a relação com Toby, o qual chegou para dar uma sacudida em sua depressão. Paralelamente, o estabilizado Randall faz uma verdadeira transformação na rotina familiar quando traz para morar em sua casa William (Ron Cephas Jones), o pai biológico que o largou à 36 anos e que agora está em estágio terminal de câncer.

3

Na medida em que a narrativa dos Pearson avança no presente com suas novas e peculiares realidades, a audiência também testemunha eventos na vida de Jack e Rebecca no passado. Com muita sutileza, a série mostra, por exemplo, como Rebecca superou a dificuldade em aceitar a morte do terceiro gêmeo e à se acostumar com Randall através de uma visita ao seu pai biológico, o qual ela avistou instantes depois da saída no hospital. Ao rastreá-lo pelo ônibus que ele pegou logo que ela o viu, mal sabe ela os reflexos impactantes dessa dramática conexão no futuro para o agora adulto Randall.

4

Gradativamente, a série vai também desvelando acontecimentos passados que tem alguma ligação com algum evento na vida atual dos irmãos Pearson. Sem ter por foco um único personagem por episódio, a série traz elementos que envolvem todos eles, como quando a família Pearson vai à uma piscina pública. Ali, Kate (Mackenzie Hancsicsak) é desdenhada e humilhada pelas amigas de escola, enquanto Randall (Lonnie Chavis) tenta se conectar com outras pessoas de cor e Kevin (Parker Bates) quase se afoga e culpa os pais por darem atenção especial demais ao irmão adotivo. Eventualmente, é mostrado os traumas de Kate por conta de sua obesidade, bem como o grande abismo entre Randall e Kevin que os impede de terem algum tipo de proximidade, o que acaba sendo sanado em sua fase adulta.

5

This Is Us traz nova e impactante reviravolta quando é revelado que Jack morreu em determinado momento na fase da adolescência dos filhos, e que Rebecca se casou com Miguel (Jon Huertas), melhor amigo do casal, o que ainda não é muito bem aceito por Kevin. Aos poucos, a série vai mostrando como foram as consequências de tal perda para todos, e como cada um dos irmãos Pearson herdaram alguma característica do pai ou foram moldados por ela.

De importância impar na vida dos filhos, a audiência é brindada com episódios deleitáveis que mostram como Jack conseguia “transformar um limão em limonada”, como o Dr Katowski lhe mostrou no dia do nascimento de seus filhos e da adoção de Randall. É o caso do episódio de Ação de Graças, que transformou uma desastrosa viagem para a casa da sogra numa noite de festa numa cabana no meio do nada que acabou se tornando tradição anual para os Pearson.

63.jpg

Aliás, são exatamente os episódios em que Jack é mostrado como um superpai para os filhos e um marido extremamente atencioso para Rebecca que são os mais emocionantes. Ao visitar Randall numa conversa surreal pouco depois deste descobrir que a mãe escondeu dele por vários anos a identidade de seu pai biológico, por exemplo, Jack é a voz da razão que faz o filho enxergar a difícil decisão de Rebecca em guardar aquela dura verdade somente para ela.

Na tentativa de fazer Rebecca feliz pouco depois da aquisição de um apartamento com apenas dois quartos sem ainda saberem que teriam trigêmeos, e diante da impossibilidade de desfazer o negócio, Jack engole o próprio orgulho e vende seu precioso carro e ainda faz um empréstimo com o pai abusivo para comprar a casa perfeita para a família que está prestes à aumentar.

No dia do aniversário de dez anos dos filhos, no qual cada um pediu uma festa temática diferente, Jack tenta colocar Kate para cima quando todas as suas amigas migram para a festa de Kevin. É essa uma das emocionantes imagens que a agora adulta e traumatizada Kate tem do pai quando decide abraçar de uma vez por todas as mudanças que quer fazer em sua vida.

72.jpg

Mais do que histórias sobre uma família ao longo de suas várias fases, This Is Us é uma série com a qual qualquer pessoa pode se identificar. Sempre arrancando lagrimas à cada episódio, a produção tem um roteiro bem elaborado e dirigido, principalmente levando em consideração o fato de que várias narrativas devem ser interconectadas. O elenco também não deixa nada à desejar, com destaques para Milo Ventimiglia e Sterling K. Brown, intérpretes de Jack e de Randall (fase adulta), e cujos personagens, talvez pela persistência de ambos, são definitivamente a força motriz em cada grande acontecimento. Claro que as crianças também roubam a cena, principalmente Lonnie Chavis como Randall aos nove anos de idade.

Revigorante como há muito tempo não se via, e com muitos elementos de outras bem sucedidas produções do gênero drama familiar, como Brothers & Sisters e Parenthood, This Is Us é uma surpresa agradável, que não apenas traz à tona problemas comuns no dia a dia de uma família, como também humaniza seus personagens numa atmosfera dinâmica e espirituosa permeada de imprevisibilidades.

This Is Us tem uma temporada completa com dezoito episodios disponíveis via Netflix. Seu segundo ano é atualmente transmitido pelo canal NBC e pode ser conferido via Fox Premium.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s