The Handmaid’s Tale : resumo primeira temporada

The_Handmaid's_Tale_intertitle

Em um futuro distópico, doenças sexualmente transmissíveis e poluição do meio ambiente resultam um colapso de infertilidade. O governo totalitarista religioso de Gilead, antigos Estados Unidos, assume o controle e passa a aplicar uma nova lei pós-guerra civil, segundo a qual a sociedade é agora organizada por um regime hierárquico armado militarmente. Novas classes sociais são constituídas, nas quais as mulheres são brutalmente subjugadas, impedidas assim de trabalhar, de terem propriedades, de controlar o dinheiro e até mesmo de lerem.

Em virtude da infertilidade em massa que assola o mundo, a nova lei também prevê que as poucas mulheres férteis devem ser constritas na posição de “handmaids”, ou seja, servas. Segundo uma extremista interpretação bíblica, o papel dessas mulheres é agora o de serem designadas à viverem em lares habitados por membros da elite, onde são mensalmente estupradas por seus mestres patriarcais no intuito de engravidarem e darem seus filhos às suas esposas inférteis.

Escrito por Margaret Atwood, é basicamente esse o cenário de The Handmaid’s Tale, no Brasil conhecido como O Conto de uma Aia. Adaptado para a televisão por Ilene Chaiken e Bruce Miller, a história é produzida pelos estúdios MGM em parceria com o serviço on streaming Hulu. Com uma primeira temporada composta por dez episódios, e um segundo arco oficialmente confirmado para a primavera de 2018, a série gira em torno da personagem June Osborne (Elisabeth Moss), uma das primeiras servas submetidas ao rigoroso treinamento dos centros vermelhos de Gilead.

The Handmaid's Tale

Designada para o Comandante Fred Waterford (Joseph Fiennes) e sua esposa Serena Joy (Yvonne Strahovski), June, que passa agora à se chamar Offred (“of Fred”, ou seja, “de Fred”, numa alusão de que passa à ser propriedade do patriarca da família designada), é submetida às estritas regras de conduta, das quais deve unicamente vestir-se de uma indumentária vermelha e um chapéu que cobre suas madeixas e a impede de olhar para os lados. Assim como todas as demais servas, Offred se lembra de sua vida anterior e de sua identidade, e precisa seguir as regras de Gilead para sobreviver, ao passo em que alimenta uma esperança secreta de encontrar a filha e de retomar sua vida.

Cada episódio de The Handmaid’s Tale mostra uma sequência de acontecimentos envolvendo Offred na casa de seu mestre comandante, ao passo em que também conta a história de sua vida anterior em cenas de flashback que revelam os primórdios da revolução que originou Gilead, bem como as circunstâncias que culminaram sua captura, sua separação do marido, Luke (O-T Fagbenle), e da filha Hannah (Jordana Blake), bem como seus primeiros momentos de re-doutrinação no centro vermelho sob os ditames da autoritária Tia Lydia (Ann Dowd).

TELEMMGLPICT000130087310-xlarge_trans_NvBQzQNjv4Bqbh83xQqW0npElK_R5P3zKyXH0LMT3ZTORZrqhQAGQGQ

Como as servas são proibidas de saírem sozinhas, o primeiro episódio também mostra Offred e sua companheira de compras, a serva dos vizinhos, Ofglen (Alexis Bledel). As caminhadas em duplas também se prestam como forma de policiamento de uma serva em relação à outra no que se refere à conduta. Gradativamente, no entanto, as duas quebram o protocolo e passam a confidenciar fatos de suas vidas anteriores, e Ofglen eventualmente revela ser membro de uma organização anti-governo chamada Mayday, da qual Offred recusa participar. Quando o comandante manda Offred se encontrar à sós com ele em sua biblioteca, o que é proibido, ela descobre, no entanto, uma oportunidade de obter informações e ajudar a operação da qual Ofglen faz parte, mas antes que possa reencontrar sua companheira de compras, descobre que Ofglen foi substituída por outra serva.

Submetida à punições severas da parte de Serena Joy, a qual eventualmente aparece em flashback como uma das redatoras da lei de Gilead, abrindo até mesmo mão de toda sua independência em prol de uma restruturação político-social implacável, Offred é aprisionada em seu quarto. Pouco depois, ela é induzida por Serena Joy, a qual quer ter um filho à qualquer custo, à ter relações sexuais com o motorista da família, Nick (Max Minghella), pois aparentemente o comandante é estéril. Offred e Nick acabam então se tornando amantes.

yvonne-strahovski-handmaids-tale

As coisas mudam para Offred quando uma delegação mexicana visita o comandante no intuito de criar uma parceria comercial. Essa é a chance que Offred esperava para divulgar ao mundo o que realmente se passa em Gilead. Contudo, é revelado que a visita mexicana nada mais é do que uma das primeiras negociações para o uso das servas como moeda de troca para também ajudar o México com o problema de infertilidade. Tal fato faz com que Offred alimente ainda mais seu desejo de escapar da realidade brutal em que vive, e uma nova oportunidade aparece quando o comandante a leva para um bordel onde as leis de Gilead não se aplicam, e ali ela reencontra a melhor amiga, Moira (Samira Wiley), para então depois ser incitada por outra serva a voltar ao bordel e pegar um pacote de uma tal de Rachel para a organização Mayday.

No episódio final da temporada, todos os problemas de Offred convergem. Serena Joy confronta Offred e o comandante sobre a quebra de conduta de ambos. Forçada à fazer um teste de gravidez, é revelado que Offred está grávida, ao que Serena Joy a leva até a casa onde Hannah mora, permitindo-a de ver a filha de longe, enquanto trancada dentro do carro. Serena Joy então a chantageia no sentido de que nada de mal irá acontecer à Hannah enquanto o bebê no ventre de Offred estiver são e salvo. De volta ao seu quarto, uma consternada Offred abre o pacote que Moira conseguiu com Rachel no bordel e lhe entregou através de um vendedor no mercado onde sempre faz compras. Ali, ela encontra as várias cartas de inúmeras outras servas relatando suas vidas anteriores, e como foram forçadas à sua nova condição.

maxresdefault

O clímax do episódio final acontece quando Tia Lydia convoca todas as servas para a execução à pedradas de Janine/Ofdaniel, anteriormente Ofwarren (Madeline Brewer), uma serva com problemas mentais que deu à luz à uma criança e a sequestrou para quase mata-la jogando-se com ela de uma ponte. Ofglen #2 (Tattiawna Jones) se recusa à apedrejar a amiga, e é espancada e levada por soldados. Atônitas, as demais servas não conseguem atirar pedras contra Janine. Nisso, Offred joga a pedra no chão, desculpando-se, tal como ensinada, e todas as demais fazem o mesmo. Tia Lydia as manda ir embora, e promete à Offred que ela vai pagar pelo que fez.

O episódio termina com Offred aguardando a chegada dos guardas que devem leva-la para sua punição por seu descumprimento às regras, e quando a van estaciona em frente à casa, Nick vai até ela para dizer que pode confiar e ir com eles. Levada pelos guardas sob os protestos de Serena Joy e do comandante, Offred confidencia à Rita (Amanda Brugel), empregada na casa dos Waterford, o esconderijo das cartas das servas, e entra na van sem saber exatamente o que vai ser do seu futuro.

Ousada, brutal e surpreendente, The Handmaid’s Tale é uma série visualmente fantástica e excelentemente produzida. Com um tema extremamente singular, temos os talentos arrebatadoras de Elisabeth Moss e de Yvonne Strahovski que antagonizam a dura e impressionante realidade de um futuro lúgubre. Não ficam atrás as igualmente notáveis performances de Alexis Bledel, Max Minghella e Samira Wiley.

Com uma segunda temporada oficialmente confirmada, embora a história original do livro finalize com a última cena do episódio final, podemos apenas especular uma livre adaptação na qual June/Offred pode finalmente ter sido resgatada por membros da Mayday para a qual Nick supostamente trabalhava secretamente. À julgar ainda pelo fato de que Luke e Moira estão salvos em Ontario, podemos também antever a possibilidade de um reencontro familiar. Claro, até lá, é certo que as coisas devem continuar nada fáceis para June/Offred, principalmente agora que tem o filho que deveria ser designado aos Waterford em seu ventre.

The Handmaid’s Tale pode ser conferida via Hulu e via ITunes.

Offred

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s