Downton Abbey : dica de série

110181481_640

Downton Abbey é um drama televisivo de época co-produzido pela Carnival Film & Television e pela Masterpiece Theatre e transmitido pelo canal pelos canais Independent Television (ITV) e PBSCriada e escrita por Julian Fellowes, roteirista de produções como Gosford Park e O Tourista, a série, originalmente veiculada a partir de setembro de 2010, encontra-se atualmente com cinco temporadas completas e um sexto ano renovado e com previsão de estreia para setembro de 2015.

Ambientada na fictícia Downton, área nobre rural do Condado de Yorkshire, no Reino Unido, a produção conta a história da aristocrática família Crawley e seus empregados durante o Reinado de George V no período pós-eduardiano, também conhecido como Belle Époque.

Com início no ano de 1912, a série trata não apenas dos dramas pessoais dos residentes da propriedade Downton Abbey, como também dos eventos históricos e suas respectivas consequências, as quais inevitavelmente culminarão no fim de uma era e de um estilo de vida hierárquico que perdurou por séculos nas mais abastadas famílias britânicas.

Reconhecida pelo Guinness World Records como a mais criticamente aclamada produção britânica no ano de 2011, Downton Abbey, também vencedora de diversos prêmios, dos quais se destacam vários Golden Globes, Emmy’s e SAG’s, é a série mais assistida do canal PBS, considerada, ainda, a partir do seu terceiro ano, a mais avidamente acompanhada no mundo inteiro.

Além de grande roteiro, que em muito remonta os folhetins da segunda metade do século XIX e início do século XX, e de elenco impecável, o grande atrativo de Downton Abbey é a sua locação e adaptação.

Highclere Castle, em Bampton, Oxfordshire
Highclere Castle, em Bampton, Oxfordshire

Embora as cenas da área dos empregados da propriedade sejam realizadas nos estúdios Ealing, em Londres, filmagens externas, bem como tomadas internas que revelam os suntuosos cômodos nos quais os personagens de Downton Abbey interagem são inteiramente realizadas no majestoso Highclere Castle, situado em Bampton, Oxfordshire. Localizado numa área de mais de 5,000 acres – equivalente a cinco vezes o tamanho do Central Park -, o castelo, cujas dependências já serviram como cenários para filmes como The Secret Garden, Eyes Wide Shut, The Four Feathers e Pride & Prejudice, não apenas promove uma adaptação de época inigualável para Downton Abbey com sua solene apresentação, como também é elemento primordial da narrativa.

Nitidamente inspirada em produções como Vestígios do Dia, Gosford Park e principalmente nos seriados The Duchess of Duke Street (1976-1977) e Upstairs, Downstairs (1971-1975), a série tem como objeto principal mostrar a rotina dos membros da família Crawley e dos seus empregados ao longo de uma época movida por transformações político-sociais, bem como pelos altos e baixos financeiros e sucessórios que podem comprometer o futuro da propriedade.

crawley
Hugh Bonneville, Elizabeth McGovern, Michelle Dockery, Laura Carmichael Jessica Brown Findlay

Na primeira temporada, somos introduzidos à aristocrática família Crawley, representada por Robert Crawley, Conde de Grantham (Hugh Bonneville). Ele é o atual proprietário de Downton Abbey, onde reside com sua esposa, a americana provinda de uma abastada família dos Estados Unidos, Cora Crawley, cujo título é o de Condessa de Grantham (Elizabeth McGovern), e as três filhas do casal: Lady Mary (Michelle Dockery), Lady Edith (Laura Carmichael) e Lady Sybill (Jessica Brown Findlay). Por fim, mas não menos importante, a veterana Maggie Smith interpreta Violet Crawley, a Duquesa de Grantham, e mãe de Robert.

Na busca por um herdeiro varão para Downton Abbey, o grande foco da família é encontrar um marido para Mary, que acaba de ter seu noivo morto no trágico naufrágio do Titanic. Com temperamento difícil, porém, Mary não tem o menor desejo de cumprir as vontades de seus pais ou de sua avó. É nesse cenário que um primo distante, o advogado Matthew Crawley (Dan Stevens), filho da obstinada avant-gardiste Isobel (Penelope Wilton), aparece. Ele também é o primeiro na linha sucessória hereditária dos Crawley e chega de Manchester como pretendente para a indomável filha mais velha de Robert, o qual, por sua vez, logo se afeiçoa ao rapaz e o toma como o filho que nunca teve.

Ao longo da primeira temporada, a tensão entre Matthew e Mary é crescente e constante, sempre regada a muitas brigas e discussões. Mas até que os dois finalmente descubram estarem apaixonados um pelo outro, vários acontecimentos os distanciam de um final feliz, e o grande estopim é a chegada de um charmoso príncipe turco logo no segundo episódio da série, Kemal Pamuk (Theo James), que ao pernoitar em Downton Abbey, torna-se o centro de uma tragédia que envolverá vários personagens e que se estenderá até o final da segunda temporada.

Paralelamente aos dramas vividos pelos moradores do andar de cima de Downton Abbey, os empregados também passam por situações dignas de um romance de Virginia Wolf ou de D.H. Lawrence no andar abaixo, onde fica a ala dos domésticos.

downstairs
Jim Carter, Phyllis Logan, Brendan Coyle, Rob James-Collier e Joanne Froggatt

O encarregado por toda a serventia masculina em Downton é o amuado e conservador mordomo Charles Carson (Jim Carter), pessoa de finíssimo trato e de absoluta confiança de Lord Crawley, enquanto as domésticas são supervisionadas pela sempre diligente e confiável Sra Hughes (Phyllis Logan), a qual volta e meia faz maquinações com Isobel, que pouco se importa em transpor a barreira entre empregados e empregadores. E não demora muito para o telespectador notar que mesmo no andar de baixo, conspirações, tramas e disputas hierárquicas se fazem presentes, principalmente quando da chegada do misterioso John Bates (Brendan Coyle), que assume a prestigiosa função de valet, uma espécie de empregado pessoal do Conde de Grantham, e cria uma tensão imediata com o ardiloso Thomas Barrow (Rob James-Collier), que, por sua vez, pretendia ser promovido para tal tarefa.

Galante, Bates acaba também conquistando a atenção especial de Anna (Joanne Froggatt), a fiel empregada pessoal de Lady Mary. Porém, até que os dois possam finalmente ficar juntos, muitos mistérios e conflitos pessoais precisarão ser resolvidos, principalmente quando a cruel esposa de Bates, Vera (Maria Doyle Kennedy), aparece e ameaça escandalizar o nome da família Crawley, submetendo-o a uma chantagem que o fará se afastar temporariamente de Downton Abbey, para alívio de Barrow e desespero de Anna.

O núcleo cômico da série também se encontra na ala dos empregados, e fica por conta da chefe de cozinha, Sra Patmore (Lesley Nicol), e sua avoada assistente, Daisy (Sophie McShera), que refuta as investidas do apaixonado William (Thomas Howes) para se esmerar numa relação unilateral com Thomas, o qual, juntamente com Sarah O’Brien (Siobhan Finneran), empregada pessoal de Cora, protagoniza algumas das maquinações mais vis na história, sempre na tentativa de prejudicar John Bates e quem quer que seja que se atravesse em seu caminho.

Ao longo da segunda temporada, com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, o mote principal da série é a transformação de Downton Abbey em refúgio para soldados convalescidos. O evento acaba mudando a vida de todos, e enquanto Lady Sybill se esmera como enfermeira voluntária ao mesmo tempo em que se envolve amorosamente com o chofer da família, o irlandês repleto de convicções políticas, Tom Branson (Allen Leech), Lady Edith aprende a dirigir para ajudar moradores locais enquanto também procura pelo romance nas formas mais inusitadas. Lady Mary, por sua vez, após recusar o pedido de casamento de Matthew, continua a esconder o grande segredo que poderá manchar o nome da família, ao passo em que sofre a angústia não apenas de ver o amado arriscar a vida ao partir para o combate, como também surgir com um novo interesse amoroso na pessoa da amável Lavinia Swire (Zoe Boyle).

Empregados de Downton Abbey também tem suas vidas transformadas pela guerra. Enquanto Thomas se alista como voluntário para se evadir das consequências que poderão lhe recair após tentar implicar Bates em duas tentativas de roubo, William é outro que vai para a guerra, não sem antes se declarar para Daisy, que acaba se envolvendo num emaranhado de mentiras repletas de boas intenções e muita culpa para lhe dar esperança e força no campo de batalha.

Ao final do conflito, porém, enquanto Matthew precisa lidar com uma terrível sequela de guerra, um novo pretendente para Lady Mary, Sir Richard Carlisle (Iain Glen), entra em cena, e é o único capaz de conter a ameaça que pode abalar publicamente o nome da família, ao mesmo tempo em que Vera dá o golpe final em Bates na tentativa de acabar com sua felicidade com Anna. O fim da guerra não dá sossego, e a terrível epidemia de gripe espanhola, responsável pela morte de mais de 50 milhões de pessoas no mundo inteiro, também se abate sobre Downton Abbey quando membros da família Crawley e serventia ficam doentes, e é a baixa de Lavinia que surpreende a todos.

Após novos dilemas, porém, circunstâncias reaproximam Mary e Matthew, que finalmente ficam juntos para uma nova fase da série que tem início a partir do terceiro ano, e que será marcada por problemas financeiros que irão se abater sobre Downton Abbey, mais dramas e romances, além de novas baixas e novos personagens, como a espevitada Lady Rose (Lily James), uma prima distante dos Crawley que passa a viver na propriedade e sob a tutela de Lord Crawley.

Além dos dramas e das tramas muito bem construídas, sempre com eventos históricos como pano de fundo, Downton Abbey faz questão de retratar as transformações comportamentais ao longo de uma época, como o avanço feminino com a conquista do direito ao voto, a superação de antigas tradições retratadas na idiossincracia de vários personagens, e até mesmo de tabus, como o homossexualismo, a prostituição e o sexo antes do casamento.

Visualmente fabulosa, a série faz jus total ao sucesso obtido, e os méritos não são apenas da incrível adaptação de época, do figurino, do imponente Highclere Castle ou da impecável retratação dos acontecimentos históricos a cada fase, mas também do desempenho do próprio elenco, composto não somente por grandes nomes da dramaturgia britânica, como por rostos desconhecidos que despontam talento único. Vale destacar, ainda, que a série traz a presença de vários convidados ilustres que surgem ao longo de cada temporada, como Shirley MacLaine (terceira e quarta temporadas), Paul Giamatti (especial de Natal da quarta temporada) e George Clooney (no Text Santa Downton Abbey, que  antecipa o especial de Natal da quinta temporada).

Downton Abbey é transmitida pela ITV e pela PBS, e pode ser conferida online na sua página oficial no site do Canal ITV, e on streaming via Netflix.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios