Review do episódio #5.07 de The Walking

MV5BMTUwOTUyODkzMl5BMl5BanBnXkFtZTgwMjc5NDc0MzE@._V1__SX1217_SY623_

O penúltimo episódio da primeira metade da quinta temporada de The Walking Dead segue em continuação aos episódios Self Help e Consumed e avança no que diz respeito ao confronto entre o grupo de sobreviventes liderados por Rick (Andrew Lincoln) e o grupo de policiais psicóticos apresentados em Slabtown e liderados por Dawn Lerner (Christine Woods).

Após os eventos havidos em Consumed, Daryl (Norman Reedus) retorna à Igreja do Padre Gabriel Stokes (Seth Gilliam) ao final do episódio Four Walls and a Roof, acompanhado de Noah (Tyler James Williams) na tentativa de reunir esforços para o resgate de Carol (Melissa McBride) e Beth (Emily Kinney).

Crossed começa mostrando Daryl, Sasha (Sonequa Martin-Green) e Carl (Chandler Riggs), com a ajuda de Gabriel, protegendo o exterior da Igreja com madeiras quebradas dos bancos e tubos de metal do órgão musical. Eles lavram as janelas e erguem barricadas na entrada. Na sequência, é mostrado que Rick organiza uma expedição da qual fazem parte ele, Sasha, Daryl, Noah e Tyreese (Chad L. Coleman), e cuja missão é resgatar Carol e Beth, enquanto Michonne (Danai Gurira), Carl e Gabriel devem ficar na Igreja com Judith até que todos voltem. Michonne tenta persuadir Rick a deixá-la ir em seu lugar a fim de não separá-lo dos filhos, mas o ex-xerife informa estar em débito com Carol.

Quando o grupo parte, Gabriel fica consternado com os eventos havidos na Igreja e nota as marcas de sangue após o massacre do grupo de canibais liderados por Gareth (Andrew J. West) ainda são visíveis no altar, e tenta furiosamente limpá-las com as próprias mãos.

Enquanto isso, no hospital, Beth, que agora faz a limpeza antes realizada por Noah, fica à espreita do quarto no qual Carol está internada, na tentativa de saber seu estado, e em algum outro lugar, Eugene (Josh McDermitt) permanece inconsciente após ser esmurrado por Abraham (Michael Cudlitz). Ajoelhado sob um sol escaldante, Abraham está consciente, porém incomunicável. Rosita (Christian Serratos) lhe oferece uma garrafa com água no que parece ser mais uma tentativa de fazê-lo sair daquele estado. Ele não responde, e quando ela insiste, ele lança a garrafa longe e se levanta para encará-la ameaçadoramente. Maggie (Lauren Cohan) aponta a arma contra ele e ordena que ele sente, e lentamente, ele volta para o seu retiro de silêncio.

Em Atlanta, próximo ao hospital, Rick rabisca um plano de ataque que envolve uma chacina. Tyreese sugere que eles evitem violência, mas que capturem alguns dos membros do grupo de Dawn e proponham uma troca. Surpreendentemente, Daryl concorda com o plano de Tyreese, vetando assim o plano de Rick.

Paralelamente, na Igreja, Carl se oferece para ensinar o Padre Gabriel a usar uma arma no intuito de poder se defender. O garoto aponta que ele precisa saber lutar, mas quando o padre toca uma machete, Carl informa que aquela é uma boa arma, mas pode não ser suficiente para lidar com walkers, já algumas vezes seus crânios não estão macios o bastante. O padre quase vomita, e informa que vai se deitar um pouco, sob o olhar atento de Michonne, que cuida de Judith.

No hospital, Beth escuta uma conversa entre Dawn e outro policial. Este último sugere que a máquina que dá suporte a Carol seja desligada, pois ela parece não ter muitas chances de sobreviver. Beth intervém, e diz que se ele não ficasse recarregando seu aparelho de DVD não precisariam poupar recursos. Dawn autoriza que o policial desligue as máquinas, e quando ele sai, ela entrega a Beth as chaves do armário de medicamentos, informando que não tem opção, mas desafiando Beth, que provou ser forte, tentar ela mesma salvar Carol.

Enquanto Glenn (Steven Yeun), Tara (Alanna Masterson) e Rosita saem para buscar comida e água, Maggie permanece próximo ao caminhão de bombeiros, vigiando Abraham e cuidado do ainda desacordado Eugene. Ela se aproxima do sargento e diz que ele não é o único a ter perdido algo, e que as coisas não ficarão melhores.

No hospital, Beth pergunta ao médico, Steven Edwards (Erik Jensen), qual remédio deve ser ministrado para que Carol possa se recuperar. Steven lhe diz que Dawn não lhe entregaria as chaves do armário para isso, mas quando descobre que Beth as tem, ele revela qual é o medicamento correto, e lhe deseja boa sorte.

Em Atlanta, Noah se deixa capturar por uma viatura conduzida por policiais, mas estes são surpreendidos por Rick e os demais, que os obrigam a se render. Subitamente, porém, um segundo carro aparece e vários disparos de metralhadora são realizados. O grupo de Rick se protege, mas Sasha consegue atirar no pneu enquanto fogem. Eles perseguem o veículo, agora estacionado próximo a walkers desmembrados que se arrastam pelo chão, e Rick, Sasha e Tyreese saem no encalço dos policiais, que correm para os fundos de um galpão. Enquanto isso, Daryl vasculha um trailer, mas é surpreendido por um dos policiais. Os dois lutam, e Rick aparece. Ele aponta a arma contra o policial, e parece decidido a matá-lo, mas Daryl o revida da ideia, mencionando ser melhor três reféns do que dois.

Na Igreja, Gabriel está em sua sala, e Michonne vai verificar se ele está bem. Ela tenta explicar que tudo aquilo pode ser diferente para ele, mas que eles não são pessoas ruins. Ele agradece, e fecha a porta para continuar a abrir um buraco no assoalho, por onde escapa. No exterior da Igreja, ele pisa num prego, mas após retirá-lo, ainda assim tenta correr para a floresta. No meio do caminho, ele é atacado por uma walker, e quando ele consegue derrubá-la prendendo-a num pedaço de madeira, decide não matá-la ao ver um crucifixo em seu pescoço, ao que continua seu trajeto para longe da Igreja.

No hospital, Beth consegue despistar policiais, e pega o medicamento indicado por Steven no armário de remédios. Ela vai até o quarto onde Carol está internada, e administra a droga. Após, ela tenta falar com Carol, mas esta permanece inconsciente.

Na estrada, Maggie tenta mais uma vez oferecer água a Abraham. Ele não responde, e ela deixa a garrafa próximo dele. Ela então pergunta se ele quer que ela atire nele, e Abraham responde que antes achava que sim, mas agora não sabe mais. De repente, Eugene começa a resmungar, e Maggie corre para ajudá-lo. Abraham se vira para vê-los, e pega a garrafa de água, revelando que, no final das contas, temia tê-lo matado, e que agora parece ter voltado à razão.

Com os policiais aprisionados no galpão, Rick tenta conseguir informações sobre Dawn e o hospital. Mais tarde, enquanto vigia um dos reféns, que revela se chamar Bob (Maximiliano Hernández), Sasha ouve dele a história de que um amigo está estirado aos fundos do prédio, transformado em walker, e pede a ela para matá-lo de modo a acabar com seu sofrimento. Ela vai até a janela, e olha pela luneta do rifle, ao que aponta tê-lo localizado. O policial, porém, apesar de estar com as mãos atadas, consegue empurrá-la contra o vidro, fazendo-a desmaiar para então fugir, e o episódio termina.

A menos de um episódio para o término da primeira metade da temporada, The Walking Dead parece ter perdido um pouco do mojo dos seus três primeiros e estupendos episódios.

Após a fuga espetacular do Terminal e o reencontro emocionante de alguns sobreviventes que estavam separados desde a batalha final contra o Governador (David Morrissey) em No Sanctuary, bem como a subsequente descoberta da Igreja, o encontro com o Padre Gabriel e o inesperado cliffhanger de Strangers que abriu caminho para o confronto final do grupo de Rick com os canibais em Four Walls and a Roof, a série se perdeu um pouco com Slabtown, Self Help e Consumed, no que é a prova cabal de que The Walking Dead só é realmente boa quando todo o grupo está reunido.

Espera-se, dessa forma, o que parece de fato vir a ocorrer, que o próximo episódio, intitulado Coda, seja a derrocada do grupo de Dawn, e o agrupamento definitivo dos sobreviventes para uma nova fase. Com a descoberta de que Eugene não tem qualquer conhecimento sobre uma possível cura para a pandemia, o grupo de Glenn e Abraham voltará à Igreja, e se irá ou não fazer parte do conflito com os residentes do hospital em Atlanta, o que ficará muito comprimido num episódio apenas, não fica descartada, a julgar que teremos um hiato a partir de então, a possibilidade para um desfecho nada agradável e com possíveis baixas do lado do grupo de Rick.

Deixe um Comentário