Review do episódio #1.10 de Gotham

MV5BMTkzNTU4NDMxNF5BMl5BanBnXkFtZTgwMDQ3NTc0MzE@._V1__SX1357_SY698_

Em continuação aos eventos havidos no episódio Harvey Dent, Gotham segue com Lovecraft, que marca o fim da primeira metade da temporada, e no qual a situação de James Gordon (Ben McKenzie) frente a todo um sistema corrompido fica ainda mais complicada quando a única testemunha e o principal suspeito dos homicídios de Martha e Thomas Wayne são perseguidos por assassinos profissionais.

O episódio começa com mais um argumento entre os jovens Bruce Wayne (David Mazouz) e Selina Kyle (Camren Bicondova), até que a mansão é invadida por um trio de assassinos liderados pela eficiente Larissa Diaz (Lesley-Ann Brandt). Durante um surpreendente confronto entre os invasores e Alfred (Sean Pertwee), que mais uma vez mostra todo seu talento em lutas e agora também no manejo com armas, Bruce e Selina escapam.

Enquanto Gordon busca ajuda de Harvey Dent (Nicholas D’Agosto) para tentar descobrir quem está por trás da tentativa de captura e provável assassinato de Selina, seu parceiro, Bullock (Donal Logue), assistido por Alfred, vai atrás de informações sobre o paradeiro das duas crianças, que se embrenham pelo lado miserável de Gotham.

Paralelamente, as coisas já não andam lá muito boas na relação entre Oswald Cobblepot (Robin Lord Taylor) e Don Falcone (John Doman). Acreditando ter sido trapaceado por Copplepot, porquanto uma das poucas pessoas com informações precisas sobre nomes e locais que dizem respeito a seus negócios, Falcone o confronta sobre o roubo de uma considerável quantia em dinheiro pelos homens de Maroni (David Zayas). Ao ver Lisa (Makenzie Leigh) trabalhando como empregada na mansão de Falcone, sem anda revelá-la como agente de Fish Mooney (Jada Pinkett Smith), o Pinguim faz um novo trato com o mafioso no sentido de trazer à tona o nome do traidor, numa clara tentativa de mais uma vez implicar sua já bastante comprometida rival.

Em sua busca por suspeitos na invasão da mansão Wayne, Gordon chega ao novo esconderijo de Dick Lovecraft (Al Sapienza), apontado por Harvey Dent no episódio anterior como o principal suspeito na conspiração do assassinato dos Wayne. As coisas fogem do controle quando, antes que Lovecraft forneça informações importantes ao detetive, Larissa e seus lacaios aparecem para matá-lo. Após uma luta com a assassina, Gordon acaba inconsciente, para então acordar e descobrir Lovecraft morto com sua própria arma.

O clímax do episódio acontece quando Bruce e Selina vão até o receptador da garota, o qual a prende, sabendo estar ela sendo procurada por Larissa. Os dois tentam escapar, mas acabam sendo encontrados por Larissa, ao mesmo tempo em que Alfred e Bullock aparecem para salvá-los, e Gordon chega e mais uma vez salva a pele do parceiro.

No final, o Prefeito Aubrey James (Richard Kind) tem Gordon em suas mãos por conta do assassinato de Lovecraft, o qual, porém, é divulgado como suicídio. Sem o apoio de Harvey Dent, que não se opõe, Gordon mais uma vez confronta James, e acaba sendo rebaixado como segurança no Asilo Arkham.

Com um estilo frenético de perseguição, Lovecraft tem bons momentos, destacando-se, obviamente, a interação entre Bruce e Selina. Agora nas ruas de Gotham, quem dita as regras é a gata, e Bruce aprende na marra como é a vida no meio criminoso, já promovendo a passos largos sua evolução. E se a cena do salto entre dois prédios é absurda, o momento mais assustador é o encontro do jovem milionário com Ivy Pepper (Clare Foley), a futura Hera Venenosa, que dá arrepios até mesmo em Selina.

E quando Copplepot aparece de menos, Edward Nygma (Cory Michael Smith) ainda está lá para continuar a mostrar o tipo bizarro que é quando inesperadamente abraça Gordon após seu rebaixamento, embora quem acabe mesmo roubando a cena no episódio seja o mordomo Alfred, protagonista de algumas das melhores cenas, como o confronto com os bandidos liderados por Larissa e a dobradinha com Bullock na sala de interrogatório e no clube de Mooney.

Ficam agora as pistas para a segunda metade da temporada, com o provável desvelamento dos negócios escusos que envolvem o Asilo Arkham e o crime organizado, principalmente agora que Gordon estará trabalhando dentro da instituição, e terá acesso a novas informações que poderá compartilhar com Bullock. Também não fica descartada a introdução de novos personagens nesse cenário sombrio do qual Gordon fará parte, bem como de um reencontro entre Bruce e Selina, que sai de cena já deixando o futuro Homem Morcego apaixonado, e novas pistas sobre a morte dos Wayne e sobre a maquinação de Copplepot para a derrocada de Fish Mooney e de Falcone.

Gotham retorna com episódios inéditos a partir de janeiro de 2015.

Deixe um Comentário