Review do episódio #4.07 de Game of Thrones

sansa

Mockingbird dá sequência aos eventos sucedidos em The Laws of Gods and Men de Game of Thrones abarcando eficazmente as tramas e subtramas havidas em A Storm of Swords e A Feast for Crows da saga literária de George R.R. Martin, aproximando-se do tão esperado desfecho com as várias baixas que ainda estão por vir e a grande reviravolta na vida de alguns de seus mais célebres personagens.

tyrion

Tyrion consegue um forte aliado

Na Capital, Tyrion (Peter Dinklage) é visitado em sua cela por seu irmão Jaime (Nikolaj Coster-Waldau). A proximidade e o forte laço fraternal entre os dois são evidentes. Jaime está visivelmente preocupado com o destino de seu irmão mais novo, principalmente após o desafio feito em seu julgamento ao não aceitar o acordo ofertado por seu pai, Tywin (Charles Dance), para garantir sua sobrevida. Mas Tyrion aponta que o tal acerto era exatamente tudo o que Tywin desejava, pois consistiria na manutenção de seu legado com Jaime em Casterly Rock, e no envio do filho enjeitado ao Castelo Negro.

Quando Tyrion sugere que Jaime seja seu campeão no combate, e este descarta tal possibilidade por não estar ainda apto a manejar a espada como antes, o nome de Bronn (Jerome Flynn) vem à tona.

Enquanto isso, cabeças são decepadas e corpos dilacerados por Sir Gregor «o Montanha» Clegane (Hafþór Júlíus Björnsson), e Cersei (Lena Headey) o toma como seu campeão no combate que decidirá pela execução ou não de Tyrion. Ele parece não se importar quanto ao motivo para a luta, desde que confronte e mate alguém.

Novamente em sua cela, Tyrion é visitado por Bronn, o qual fez um acordo com Cersei para se casar a segunda filha mais velha de um nobre. Sabendo do que se trata a visita, Bronn vai direto ao assunto revelando que só está ali por lembrar da promessa feito por Tyrion no sentido de que dobraria qualquer preço que lhe fosse oferecido, mas Tyrion não tem nada a oferecer desta vez, exceto eventual posição de destaque em Winterfell, uma vez que ele é casado com uma das filhas de Ned Stark (Sean Bean). Bronn, no entanto, aponta que a proposta de Cersei é mais concreta, e admite que enfrentar o Montanha é praticamente morte certa.

Ao final, quando Tyrion lhe pede que o faça por sua amizade, e Bronn lhe devolve no sentido de que Tyrion jamais se arriscou por ele, desculpas são feitas, e Tyrion aceita o fato de que não tem mais argumentos para que seu velho amigo aceite o encargo de mais uma vez defendê-lo, e admite que ele mesmo terá que enfrentar o Montanha.

Mais tarde, porém, Tyrion é também visitado por Oberyn (Pedro Pascal), o qual lhe revela não somente a preocupação sincera e singela de Cersei pelo bem estar de sua filha em Dorne, Myrcella (Aimee Richardson), como também a terrível história que lhe fora contatada por ela quando ele ainda era pequeno em sua primeira viagem para Casterly Rock. Para surpresa de Tyrion, a história é sobre Cersei, ainda pequena, mostrando-lhe o monstro que existia no castelo, o qual é revelado como sendo o próprio Tyrion, ainda bebê, bem como seu desejo de vê-lo morto desde sempre por ter causado a morte de sua mãe durante o parto.

Arrasado com mais tal revelação, Tyrion assume que logo o desejo de Cersei, como todos os outros, irá se realizar, mas Oberyn o surpreende mais uma vez ao lembrá-lo da justiça que tanto deseja pela morte de sua irmã na Revolta de Robert Baratheon (Mark Addy), e se oferece para ser seu campeão no intuito de derrotar aquele que aprisionou, estuprou e matou Elia.

hound

Arya aprende mais lições com o Cão

Em continuação à sua viagem em direção a Eyrie, o Cão (Rory McCann) e Arya (Maisie Williams) encontram um homem gravemente ferido próximo à sua cabana que implora por misericórdia. Os dois lhe revelam quem realmente são e para onde estão indo, uma vez que o homem está praticamente morto. Após o moribundo admitir que o pedido de resgate por Arya lhe parece justo e tomar um pouco de sua água, o Cão enterra sua espada em seu peito, matando-o, e explica a Arya que o acertou no coração.

Subitamente, um homem ataca o Cão por trás, mordendo-o no pescoço. Ele se desvencilha rapidamente e o mata. Um segundo homem aparece, revelando estar atrás da recompensa oferecida pelo Cão. Após, ele também revela que o Rei Joffrey (Jack Gleeson) está morto, e Arya lembra-se dele como sendo um dos bandidos que a ameaçou quando ela seguia como garoto junto à caravana rumo ao Castelo Negro. O Cão lhe pergunta porque ela jamais recitou seu nome, e ela responde não saber, e quando o sujeito lhe diz, ela o acerta no coração com sua espada. O Cão então admite que ela aprende rápido.

Mais tarde, os dois estão acampados, e o Cão tenta curar frustadamente seu ferimento no pescoço. Arya se oferece para cauterizar a ferida, mas ele ordena que ela não se aproxime dele com fogo. Ele então revela que, enquanto um dos irmãos de Arya lhe deu uma espada, seu irmão lhe deu a cicatriz que marca sua face, e conta sua história como o Montanha segurou seu rosto contra as chamas por motivo torpe, e que seu pai jamais o castigou por isso, mentindo à todos que sua cama se incendiou. Arya então se oferece para apenas limpar o ferimento, e ele aceita.

sam

Mande Rayder continua sendo subestimado

Ao norte, após a sucedida missão de derrubada dos motineiros na fortaleza de Craster pelos patrulheiros da noite, Sir Alliser Thorne (Owen Teale) não se mostra impressionado, e continua a ofender e humilhar Jon Snow (Kit Harington).

Mais tarde, porém, ele tenta argumentar na ala de reunião, explicando que o exército de Mance Rayder (Ciarán Hinds) deverá chegar ao Castelo Negro na próxima noite de lua cheia, e que eles devem selar o túnel da muralha com pedras e água para que congele, evitando, assim, a invasão. Thorne, porém, aponta que os patrulheiros não são covardes, e que defenderam por mais de 1000 anos o Castelo Negro, sem jamais perderem uma batalha. Jon o lembra dos gigantes que estão com Mance, e pergunta ao engenheiro da muralha sobre a resistência do túnel e da muralha afim de corroborar seus argumentos, mas este hesita ao apontar a fraqueza da edificação e nada diz para apoiá-lo.

Ao final, Thorne ordena que Jon e Sam (John Bradley) realizem tarefas noturnas ao alto da muralha até a chegada da próxima lua cheia.

daenerys

Daenerys dorme com Daario

Do outro lado do mar Narrow, em Meereen, Daenerys (Emilia Clarke) é surpreendida por Daario (Michiel Huisman), que entra em seus aposentos sem se fazer anunciar. Ele lhe oferece flores, as quais ela despreza, e explica que é bom apenas em suas coisas: guerrear e ficar com mulheres, mas que desde a conquista de Meereen, não há muitas guerras, e pede que ela o envie para matar todos os seus inimigos. Ela então ordena que ele tire suas roupas e faça o que sabe fazer melhor.

Na manhã seguinte, Jorah (Iain Glen) surpreende Daario saindo dos aposentos de Daenerys. Visivelmente aborrecido, ele se reúne com ela, e tenta lhe explicar o quão Daario pode ser perigoso, e que ela não pode confiar nele. Daenerys, porém, devolve no sentido de que sabe que não pode confiar nele, e que o enviou para Yunkai para executar todos os mestres dos escravos. Questionada sobre tamanha brutalidade, Daenerys explica que precisa se impor, e quando ele a lembra de que também foi mercador de escravos, Khaleesi diz que ele agora luta ao seu lado pela liberdade. Jorah, porém, aponta que jamais estaria ali ao seu lado se não fosse pela clemência de Ned Stark, diferentemente do que ela pretende para os mestres de Yunkai.

Finalmente, Daenerys concorda com ele, e decide transformar em embaixador o cidadão de Meereen, Hizdahr zo Loraq (Joel Fry), que lhe suplicou clemência pelos corpos dos mestres crucificados ao redor da cidade, bem como enviá-lo a Yunkai a fim de convidar seus habitantes a viver em sua nova organização sob pena de morte. Ela então pede que Jorah impeça que Daario siga com o que lhe foi ordenado, e que lhe diga que foi ele que a fez mudar de ideia. Jorah sorri e, satisfeito, vai atrás de Daario.

selyse

Melisandre e suas bruxarias

Em Dragonstone, após conseguir financiamento com o Banco de Ferro, Stannis (Stephen Dillane) planeja viajar para dar continuidade à sua batalha pelo trono de ferro.

Nos aposentos de Melisandre (Carice van Houten), a rainha Selyse (Tara Fitzgerald) aparece e a surpreendre no banho. Melisandre explica que usa mentiras e verdades para fazer com que o senhor da luz atue em seu favor, bem como mentiras e poções mágicas para conseguir dos homens o que quer. Selyse observa seu corpo nu, e pergunta se usou magia em Stannis, e ela lhe diz que não. Selyse então agradece aos deuses por terem trazido Melisandre para seus domínios, e revela que Stannis quer ela e a filha Shireen (Kerry Ingram) junto a ele na viagem.

Preocupada, Selyse explica que desejaria que Shireen ficasse para trás, pois não concorda com suas tendências heréticas, mas Melisandre diz que sabe como ela se sente, mas que a menina precisa ir junto, e que de acordo com as profecias o senhor da luz irá precisar dela.

brienne

Brienne consegue uma pista valiosa

Numa taverna, Brienne (Gwendoline Christie) e Podrick (Daniel Portman) fazem uma refeição, e conhecem Hot Pie (Ben Hawkey), o garoto que viajou com Arya e Gendry (Joe Dempsie) antes da caravana de novos recrutas para o Castelo Negro ser atacada por soldados Lannisters.

Brienne revela estar à procura de Sansa (Sophie Turner) em promessa feita à Catelyn Stark (Michelle Fairley) para procurar e levar suas filhas para casa. Questionado, ele informa nada saber a respeito, e vai embora.

Na saída da taverna, Podrick adverte Brienne sobre revelar a estranhos acerca de sua missão, mas antes que ela possa se arrender, Hot Pie os encontra e conta ter viajado com Arya por um tempo, revelando o fato dela se passar por um garoto com nome de Arry, e que foi capturada pelo Cão. Ele então pede que eles entreguem a ela um presente, uma torta em forma lobo.

De volta à estrada, Podrick revela que se o Cão está com Arya, ele está atrás de uma recompensa, e que a levará para o único parente vivo que ela tem, sua tia Lysa (Kate Dickie), em Eyrie. Brienne conclui que se Lysa é a única parente das crianças Stark, pode ser que Sansa também esteja a caminho de seu encontro. Ao serem confrontados por dois caminhos, Brienne pergunta a Podrick se ele tem certeza de tudo isso, e quando ele lhe diz que não, eles continuam seu trajeto.

mockingbird51

Sansa e suas agruras

Em Eyrie, neve começa a cair, e Sansa constrói um castelo parecido com Winterfell. Robin (Lino Facioli) a surpreende e se gaba do fato de ser o Lord do Vale, e de Winterfell não ter ao menos uma porta para a lua por onde possam ser atirados aqueles que se opõem contra o senhor do castelo. Acidentalmente, ele destrói a torre do castelo de neve feito por Sansa, e quando ela se zanga, ele o destrói por completo. Furiosa, ela o esbofeteia, e o garoto corre aos prantos para sua mãe.

De repente, Baelish (Aidan Gillen) aparece, e ela diz que não deveria ter perdido a cabeça, mas ele lhe diz para não se preocupar, que o garoto merecia há tempos, e que ele irá lidar com Lysa. Sansa aponta para o castelo destruído e diz que desejava apenas se lembrar de casa, lamentando jamais retornar a Winterfell. Baelish sugere que ela ainda pode retornar, e quando Sansa lhe pergunta sobre o motivo para ele ter matado o rei Joffrey, Baelish explica que amou Catelyn mais do que tudo, e que não poderia admitir o mal feito a ela. Ao final, ele diz que num mundo em que o amor triunfa sobre a honra, Sansa seria sua filha, e a beija. Lysa os observa de longe.

À beirada da porta para a lua, na sala do trono, Lysa espera por Sansa, e explica o que acontece com os corpos daqueles que são atirados dali. Ela então revela saber o que Sansa fez, e esta se desculpa por ter esbofeteado Robin, mas Lysa a chama de prostituta por ter beijado Baelish. Sansa tenta se defender, mas Lysa a acusa de mentirosa e tenta atirá-la pela porta para a lua, ao que Baelish aparece e pede a ela para deixar Sansa. Lysa afirma que fez tudo por ele, mentir e matar, e o acusa de traí-la, mas ele lhe promete que mandará Sansa para longe. Lysa a deixa ir, e Baelish se aproxima, declarando amar apenas uma pessoa. Lysa sorri, e Baelish revela que amou apenas Catelyn, e então a atira pela porta para a lua, e o episódio acaba.

A apenas três episódios do final da temporada, com o combate entre o Montanha e a Víbora Vermelha de Dorne se aproximando, a batalha entre o exército de Mance Rayder e os patrulheiros da noite prestes a acontecer no Castelo Negro, a verdade sobre a situação de Tyrion na iminência de ser revelada, e a provável aparição da Senhora Coração de Pedra a ser conferida até o último episódio, temos cada vez mais intensas a evolução dos personagens, principalmente a dos membros do clã dos Stark, ao passo em que a guerra pelo trono de ferro se torna mais acentuada, Daenerys se torna uma ameaça vigorosa e Stannis se sobressai com poder de fogo revigorado.

Longe ainda de sabermos quem legitimamente se sentará no trono de ferro ao final, podemos ter a certeza de que há muito ainda reservado para os personagens que tanto aprendemos a gostar e desgostar, mas cujo destino não está nem um pouco assegurado, isso a julgar pela má fama do seu criador, que provavelmente não medirá esforços para promover muitas outras baixas na tentativa de despistar todos os fãs da saga literária quanto ao desfecho.

Anúncios

Deixe um Comentário

Anúncios
Anúncios