Review do episódio #4.02 de Game of Thrones

thelionandtherose3-1024x681

A quarta temporada de Game of Thrones segue com o episódio The Lion and the Rose, título que representa a união dos símbolos das casas Lannister e Tyrell, e que faz referência ao casamento entre o Rei Joffrey Baratheon (Jack Gleeson) e Margaery Tyrell (Natalie Dormer), intitulado por muitos dos fãs da saga de George R.R. Martin como o infame «casamento púrpura».

O episódio começa com o filho bastardo de Roose Bolton (Michael McElhatton), Ramsay (Iwan Rheon), que, juntamente com sua namorada, Myranda (Charlotte Hope), e Theon Greyjoy (Alfie Allen), correm pela floresta acompanhados de dois cães de caça. Eles estão atrás de Tansy, uma garota cujo crime é ter ofendido Myranda com sua beleza. Ela é encurralada num riacho após levar uma flechada na perna, e Ramsay ordena que seus cães a ataquem. Enojado, Theon apenas observa, enquanto Myranda ri e diz que a garota já não parece mais tão bonita.

zap-game-of-thrones-season-4-episode-2-the-lio-005Na capital, Tyrion (Peter Dinklage) e Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) fazem o desjejum, mas o chefe da guarda real não sente fome, e compartilha com o irmão sua preocupação com o fato de nunca mais poder vir a lutar. Tyrion sugere que ele deve treinar, e que conhece um excelente e discreto espadachim que pode ajudá-lo. Logo depois, Jaime se encontra nos rochedos com Bronn (Jerome Flynn), que não pega leve para ajudá-lo a fortalecer sua mão esquerda.

Em Dreadfort, Roose Bolton retorna ao castelo, e é recebido por Ramsay, que lhe apresenta Theon, o qual atende agora pelo nome serviçal de Reek. Severamente ferido, manco e com olhar perdido por conta das torturas e da decepação sofrida, Theon chama a atenção de Lord Bolton, que questiona seu bastardo quanto ao ocorrido com ele na sua ausência, e que o herdeiro Greyjoy de nada lhe servirá como moeda de troca. Ramsay, no entanto, explica que o ofereceu como troca a Balon Greyjoy (Patrick Malahide), mas que este recusou. Sob o olhar incrédulo de Lord Bolton, Ramsay explica que Theon/Reek tem muita utilidade, e pede ao «serviçal» para barbeá-lo. Com a lâmina na garganta de seu ex-carrasco, Theon descobre sobre a morte de Robb Stark (Richard Madden), o qual julgava como um irmão. No entanto, Theon/Reek, que tem ali a oportunidade para matar Ramsay, nada faz, e explica a todos que não matou Bran (Isaac Hempstead Wright) e Rickon Stark (Art Parkinson), bem como que eles devem verificar o Castelo Negro, onde Jon Snow (Kit Harington) está instalado como patrulheiro da noite. Lord Bolton então se convence da serventia de Theon/Reek.

Peter-Dinklage-as-Tyrion-Lannister-Sibel-Kekilli-as-Shae_photo-Neil-Davidson_HBO-640x425Na capital, Lord Varys (Conleth Hill) revela a Tyrion que uma serviçal de Cersei (Lena Headey) fez a descoberta a respeito de Shae (Sibel Kekilli), e que ele tem amigos próximos além do mar Narrow que podem ajudá-la. Tyrion explica que já a preveniu tanto dos perigos, que é como se ela não acreditasse mais que corre algum risco.

Durante um jantar real para a entrega de presentes de casamento ao Rei Joffrey, Cersei vê Shae e aponta para seu pai, Tywin (Charles Dance), como sendo ela a prostituta vista saindo do quarto de Tyrion. Este, por sua vez, aparece e entrega a Joffrey seu presente: um livro. O Rei não se mostra impressionado, e quando Tyrion explica que é o chamado The Lives of Four Kings, escrito pelo Mestre Kaeth, que conta a história dos reinados de Daeron, o Jovem Dragão; Baelor, o Abençoado; Aegon, o Indigno; e Daeron, o Bom, Joffrey agradece.

Na sequência, Tywin entrega a Joffrey seu presente: a segunda espada forjada do aço Valeriano derretido da espada Gelo, de Ned Stark (Sean Bean). Entusiasmado, Joffrey levanta a lâmina e resolve testá-la, destruindo o livro que lhe fora dado por Tyrion. Ele questiona o nome que poderia dar a ela, e quando sugerido Véu da Viúva, ela aponta como interessante, e aproveita a presença de Sansa (Sophie Turner) para mencionar que toda vez que usá-la será como novamente decapitar Ned Stark.

Em seu quarto, Tyrion encontra Shae, que tenta seduzi-lo. Ele a repele abruptamente, dizendo que jamais poderá ficar com ela, e a insulta. Depois, ele lhe diz que há um navio que irá levá-la para além mar, e Tyrion chama por Bronn, que a leva embora.

759998_GOT402_101013_HS_DSC82241-640x425Em Dragonstone, Melisandre (Carice van Houten) queima várias pessoas vivas, dentre as quais, o irmão da Rainha Selyse (Tara Fitzgerald), num ritual de oferenda aos deuses. Horrorizado, Davos (Liam Cunningham) fica preocupado com o fato de Stannis (Stephen Dillane) incluir seu cunhado como sacrifício, mas este o ameaça por desafiá-lo. Durante o jantar, Selyse revela estar preocupada com sua desobediente filha, Shireen (Kerry Ingram), e sugere que Melisandre intervenha.

Melisandre vai ao quarto de Shireen e explica o ritual feito na praia que incluiu seu tio como oferenda aos deuses. Ela então revela que o livro que a menina leu sobre os deuses é cheio de mentiras, e que não existem sete deuses, nem céus e infernos, mas apenas dois deuses e um inferno, no qual elas vivem agora.

Ao norte, Bran explora a floresta na pele de Summer, seu direwolf, e se alimenta de uma caça. Ele então acorda com Jojen (Thomas Brodie-Sangster) e Meera Reed (Ellie Kendrick) explicando que ele não pode ficar muito tempo no corpo de um animal, pois poderá se esquecer de quem ele é e todas as lembranças de sua família e de Winterfell. Meera conclui que isso acontecer, tudo estará perdido. Ao final, eles seguem viagem, e Bran encontra uma árvore com um rosto estampado. Ele pede a Hodor (Kristian Nairn) para levá-lo até ela, e tem rápidas visões do passado, dentre as quais, de seu pai e do corvo com três olhos. Uma voz lhe diz «norte» e Bran retorna do transe revelando saber para onde eles devem ir agora.

759998_GOT402_081313_HS_DSC23781-640x425O casamento real acontece. Após Joffrey beijar Margaery, Sansa diz a Tyrion que eles agora tem uma nova Rainha, e este lhe devolve dizendo ser melhor Margaery do que ela.

Durante a recepção, Olenna (Diana Rigg) fala a Tywin sobre as despesas com o casamento, e ambos mencionam os custos da guerra com o Banco de Ferro. Enquanto isso, Bronn assegura Tyrion de que Shae foi embora, e músicos tocam para Margaery e Joffrey, que, entediado, atira moedas para que parem de tocar.

Oberyn Martell (Pedro Pascal), acompanhado de sua amante, Ellaria (Indira Varma), troca olhares com Loras Tyrell (Finn Jones). Jaime aparece, e diz a Loras que se ele se casar com Cersei, ela o matará durante a noite, e que se ele tentar engravidá-la, ela matará os filhos que tiverem. Por fim, ele acrescenta que nada disso irá acontecer porque eles não irão se casar. Loras então lhe devolve dizendo que nem mesmo Jaime irá se casar com ela, dando a entender que sabe da relação incestuosa entre os dois.

Brienne (Gwendoline Christie) presta homenagens ao Rei Joffrey e à Rainha Margaery, e Cersei se aproxima para agradecê-la por ter trazido Jaime de volta e em segurança. Brienne então menciona que ele a salvou várias vezes, e que o custo foi alto. Cersei fica surpresa, e então menciona o quão deve ser interessante para ela pular de um lado para outro, sendo que antes serviu Renly Baratheon (Gethin Anthony), depois Catelyn Stark (Michelle Fairley) e então Jaime. Brienne revela que não serviu Jaime, e Cersei pergunta se ela o ama, mas a espadachim fica visivelmente nervosa e se afasta sem responder.

episode-32-11-1024Numa rápida conversa com Oberyn e Illaria, Cersei insulta esta última por ser uma bastarda, mas esta lhe explica que filhos bastardos são bastante comuns em Dorne, e Oberyn provoca chamando-a de ex-Rainha regente, lembrando-a, ainda, que Myrcella (Aimee Richardson), sua única filha, está agora em Dorne, para onde foi enviada por Tyrion quando este era a Mão do Rei a fim de formar aliança por meio de casamento com um dos Martell.

Joffrey finalmente interrompe a festa, e diz que o casamento real não é apenas diversão, mas história, e oferece uma apresentação especial: vários anões aparecem fantasiados como Joffrey, Stannis, Renley, Balon e Robb Stark e começam, comicamente, a lutar até a morte. Enquanto Loras vê insultos acerca do homossexualismo de Renly e se retira revoltado, Sansa é obrigada a assistir a reprodução da decapitação de seu irmão.

A apresentação termina, e todos estão horrorizados, à exceção de Joffrey, Tywin, Cersei e Tommen (Callum Wharry). Antes que os anões saiam, porém, Joffrey insulta Tyrion, convidando-o a se juntar entre eles para lutar. Este, no entanto, se recusa e convida o próprio Joffrey a usar sua nova espada para mostrar como um rei de verdade luta. Inconformado, Joffrey despeja vinho sobre a cabeça do tio, e o faz servir da bebida, não sem antes atirar a taça para longe, humilhando-o ainda mais diante de todos. Antes que a tensão aumente, Margaery distrai a todos para mostrar a chegada do bolo de casamento. Joffrey corta o bolo ao meio com sua nova espada, e várias pombas saem de dentro.

Joffrey e Margaery se servem de um pedaço de bolo, e Tyrion tenta se evadir da festa juntamente com Sansa, mas o Rei lhe chama para servi-lo de mais vinho. Mais humilhado, Tyrion pega a taça ao lado de Olenna e a enche com a bebida. Poucos instantes após o primeiro gole, Joffrey começa a horrivelmente perder a respiração. Ele cai no meio do pátio, e Jaime e Cersei correm para junto dele, que sangra pela boca, pelo nariz e pelos olhos, e antes de um último suspiro, aponta para Tyron. Enlouquecida, Cersei grita para que os guardas prendam Tyrion, enquanto Ser Dontos (Tony Way) chama Sansa para ir com ele antes que ela acabe morta, e o episódio acaba.

Se casamentos em Westeros podem ser piores do que batalhas quando o objetivo é a luta pelo trono de ferro, Game of Thrones faz do casamento real em The Lion and the Rose algo só não mais horrível do que o casamento vermelho de Rains of Castamere, simplesmente porque Joffrey Baratheon está longe de ser o personagem mais amado da série. Provavelmente pior do que Aerys II Targaryen, o temível Mad King, o personagem de Jack Gleeson conseguiu fazer com que o pior de cada telespectador viesse à tona a cada investida do filho incestuoso de Cersei e Jaime contra os Stark e mesmo contra seu tio, o tão adorado por todos, Tyrion. Felizmente, a trajetória do personagem se dá por encerrada, e a saga de Game of Thrones segue mais acirrada com novas e mais intensificadas disputas.

Aos que não conhecem a história conforme contada nos livros, fica agora a dúvida acerca da autoria do envenenamento do Rei, e o que será de Tyrion, uma vez que apontado como o maior suspeito, principalmente a julgar pelas ameaças feitas no último conselho no episódio Mhysa. Com um início de temporada tão intenso, podemos ao menos ter a certeza de que grandes emoções estarão por vir.

Deixe um Comentário