Review do episódio #1.07 de True Detective

True-Detective-1x07

After You’ve Gone segue em continuação ao episódio Haunted Houses de True Detective, e se presta para finalmente esclarecer algumas dúvidas que vinham alimentando uma rede de especulações infindáveis na Internet e que iam desde uma analogia a The Sixth Sense ou a Fight Club a até mesmo The Usual Suspects.

O episódio começa com Cohle (Matthew McConaughey) e Hart (Woody Harrelson) se encontrando num bar de beira de estrada após mais de dez anos sem manterem qualquer forma de contato em decorrência do abrupto rompimento de parceria ocasionado por uma vingança sexual perpetrada por Maggie (Michelle Monaghan).

Rust revela a Martin o que andou fazendo desde então, e que decidiu passar oito anos do Alaska, mas que retornou em 2010 decidido a descobrir quem são os outros envolvidos no assassinato de Dora Lange (Amanda Rose Batz), bem como no desaparecimento das várias crianças jamais localizadas. Ele então explica que tem novas evidências e que os dois precisam consertar o erro que cometeram há 17 anos. Hart, no entanto, não se mostra convencido, e lhe dá as costas, mas Cohle apela para o bom senso do colega e aponta tratar-se de um débito. Ao final, Martin sabe que precisa ao menos lhe dar o beneficio da dúvida e decide ver o que ele descobriu até o momento.

Screen-Shot-2014-03-02-at-10.10.53-PMOs dois seguem até um depósito alugado por Cohle, e antes de sair do carro, Hart pega seu revólver. É nítida sua desconfiança. Ao entrar no lugar, no entanto, Hart descobre que Cohle está realmente levando a sério o caso. Recortes e esquetes forram as paredes do depósito, e o ex-parceiro lhe serve uma bebida antes de fechar a porta e revelar tudo o que tem feito desde seu retorno.

Cohle então explica que tem investigado por conta própria o envolvimento do Reverendo Billy Lee Tuttle (Jay O. Sanders) nos desaparecimentos das crianças que estudavam nas escolas que fundou. Ele lhe mostra evidências que encontrou numa de suas casas, dentre as quais quinze fotografias de crianças vendadas numa floresta e vestidas em mantos, sendo que uma delas é Marie Fontenot (Wanetah Walmsley). Hart fica perplexo, mas permanece relutante em ajudar Cohle. Ao acreditar que o ex-parceiro não está envolvido na morte de Tuttle, Hart lhe sugere entregar o caso aos detetives Maynard Gilbough (Michael Potts) e Thomas Papania (Tory Kittles).

Quando Cohle lhe diz que tudo gira em torno de gerações de famílias envolvidas em rituais e lhe mostra um vídeo que também encontrou no cofre de Tuttle onde vemos cinco homens mascarados e Marie Fontenot no que parece ser um estupro seguido de morte, Hart finalmente concorda ajudá-lo.

Após o primeiro contato depois de dez anos com Cohle, provavelmente atordoado pelas descobertas, Hart vai visitar a ex-esposa, para descobrir que as filhas estão bem. Ele pergunta a Maggie sobre a entrevista com Gilbough e Papania, e ela lhe explica que nada disse sobre o que realmente ocorreu em 2002, e que não tem visto seu ex-parceiro desde então. A ex-esposa sente a visita como uma despedida, e fica evidente a tristeza que se abate sobre os dois acerca dos erros do passado.

Screen-Shot-2014-03-02-at-10.59.01-PMMais tarde, Hart cede espaço em sua agência de investigação particular para que ele e Cohle possam trabalhar no caso. Entre uma investigação e outra, os dois retomam o que um dia foi um rasgo de amizade entre eles, e o sempre introspectivo Cohle se mostra mais atento à vida pessoal de Hart ao lhe perguntar sobre sua vida. Os dois então confidenciam uma rotina distinta daquilo que verdadeiramente é, quando mostradas cenas deprimentes de dois homens solitários e desmotivados.

Enquanto Cohle compartilha com o ex-parceiro uma declaração que tomou dois anos antes de um ex-aluno de uma das escolas de Tuttle, Tobey Boulere (Dave Randolph-Mayhem Davis), o qual teria sido vitima de fotos e supostos abusos perpetrados por homens com rostos de animais os quais preferia acreditar que se tratavam de sonhos, e que confirma a existência de dois mais jovens e um sujeito com cicatrizes no rosto, Hart consegue acessar vários outros casos de crianças desaparecidas, sob o pretexto de que estaria trabalhando num livro.

Os dois detetives localizam, ainda, o primo de Reggie Ledoux (Charles Halford), Jimmy (Jay Huguley). O mecânico lhes revela ter conhecido um homem com cicatrizes no rosto que o encarava de forma estranha, ao que Cohle conclui, junto a Hart, que Reggie e Dewall (Ólafur Darri Ólafsson), capturados em 1995, eram dois dos três mais jovens identificados por Tobey, enquanto o sujeito com cicatrizes, o terceiro mais novo no grupo de cinco assassinos.

Screen-Shot-2014-03-02-at-10.14.45-PMAo rastrear uma ex-doméstica que teria trabalhado na mansão Tuttle, Cohle vai entrevistá-la juntamente com Hart. Ela lhes revela que o patriarca, Sam Tuttle, tinha muitos filhos de diferentes mães, dando a entender que ele jamais ficava com a mesma mulher depois de desvirginá-la. Ela também confirma a existência de um garoto com cicatrizes no rosto, o qual seria filho de alguém chamado Childress, e quando Cohle lhe mostra as treliças de galhos, ela começa a falar em transe coisas sobre Carcosa como sendo aquele que consome o tempo e que a morte não é o fim, dando finalmente a entender que o ritual The Yellow King faz parte da família Tuttle.

Hart então se reaproxima do ex-colega e atual xerife, Steve Geraci (Michael Harney), na tentativa de ir mais a fundo no caso de Marie Fontenot, e após algumas informações, ele e Cohle descobrem que o xerife encarregado por cobrir as investigações do desaparecimento da menina, era Ted Childress, que, de acordo com o depoimento da ex-doméstica dos Tuttle, estaria supostamente envolvido nos rituais de assassinato, uma vez que seria o pai do garoto com cicatrizes. Numa tentativa de conseguir mais informações de Geraci, Cohle e Hart o surpreendem durante uma falsa pescaria.

O episódio termina com Gilbough e Papania seguindo o mesmo trajeto feito por Cohle em direção à Igreja abandonada. Perdidos, eles encontram Errol (Glenn Fleshler), um sujeito que corta grama interrogado por Rust e Martin no inicio da investigação do caso de Dora Lange. Ele apara o cemitério em forma espiralada, e informa aos detetives que a Igreja não existe mais, e lhes dá a direção para a estrada, para depois, sozinho, dizer que conhece o lugar porque sua família está ali há vários e vários anos. Quando a imagem de Errol fica mais nítida, vemos que ele não tem mais barba, e seu rosto é revelado como sendo repleto de cicatrizes.

Assim, e diferentemente do que muito se vem teorizando nas redes sociais sobre um final sobrenatural de série, tudo leva a crer a partir desse penúltimo episódio, que não apenas Rust e Martin não tem nada a ver com os assassinatos, como também que nenhum dos crimes vem sendo cometido por alguma entidade ou mesmo que exista algum poder sinistro por trás de tudo.

True Detective parece finalmente consolidar a premissa de que O Homem é o animal mais cruel, de modo que o grande vilão na série é o próprio homem, o mesmo capaz de cometer atrocidades inefáveis contra mulheres e crianças. Cabe agora à uma dupla de detetives, com todas os defeitos e comprometimentos de caráter que lhe são peculiares, desempenhar a função de fazer cessar o horror causado a essas vitimas inocentes, mesmo que isso lhes custe a própria vida. Afinal, em True Detective, mais do que a sensação de um dever cumprido ou da quitação de um débito, Rust e Martin são incapazes de se manterem silentes diante dos horrores perpetrados pelos criminosos que estão em sua mira.

Resta agora saber como eles irão conseguir finalmente desmascarar o envolvimento dos Tuttle, dos Childress e de eventuais outras famílias poderosas da Lousiana nos sequestros e assassinatos, principalmente agora que Eddie Tuttle, ex-Governador da Louisiana, é candidato ao senado, e os Childress parecem ter certa influência junto ao poder policial, o que desafia um embate de forças em que geralmente o poder político prevalece, sem deixar de mencionar o fato de que pouco sabemos acerca da extensão dessa rede de corrupção ritualística de menores, uma vez que a própria filha de Hart deu fortes indícios de ter sofrido iguais abusos, isso a julgar pelo episódio das bonecas, da coroa que atirou ao alto de uma árvore ou mesmo do comportamento sexual anormal na adolescência.

O episódio final de True Detective será transmitido a partir das 09:00PM do próximo domingo, no canal HBO.

Deixe um Comentário